Olhar Jurídico

Terça-feira, 19 de janeiro de 2021

Notícias / Civil

Promotor investiga Zé Carlos do Pátio por compra de equipamentos hospitalares por R$ 284 mil

Da Redação - Vinicius Mendes

03 Dez 2020 - 16:56

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Promotor investiga Zé Carlos do Pátio por compra de equipamentos hospitalares por R$ 284 mil
O promotor Wagner Antonio Camilo, da 2ª Promotoria de Justiça Cível e de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa de Rondonópolis (a 217 km de Cuiabá), instaurou inquérito civil para apurar possível ato de improbidade administrativa, pelo prefeito José Carlos Junqueira de Araújo, o Zé do Pátio (SD), no contrato de aquisição de equipamentos médicos para os novos leitos de UTI, para o enfrentamento do coronavírus. Há suspeita de superfaturamento.
 
Leia mais:
Justiça mantém prisão de homem que atropelou e matou jovem em VG
 
A modalidade da contratação da empresa Elo Medical Comercial EIRELI foi por dispensa de licitação, no valor de R$ 284.200,00.

O objetivo foi a aquisição de equipamentos médico-hospitalares (eletrocardiógrafo de 12 canais simultâneos) para o funcionamento de novos leitos hospitalares/UTIs, destinados ao enfrentamento da emergência de saúde púbica decorrente do coronavírus, fundamentada na lei nº 13.979 de 06 de fevereiro de 2020, no Município de Rondonópolis.
 
O representante do Ministério Público considerou os documentos colhidos em um Procedimento Administrativo que dão indícios de suposto ato de improbidade administrativa de dano ao erário na compra feita pela Prefeitura Municipal de Rondonópolis.
 
O promotor explicou que o inquérito civil poderá levar à propositura de uma Ação Civil Pública ou de responsabilidade por improbidade administrativa, ou à promoção de arquivamento dos autos.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet