Olhar Jurídico

Segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Notícias / Criminal

Vereador preso por suposta ligação com o tráfico recorre ao TJMT em busca de liberdade

Da Redação - Arthur Santos da Silva

28 Jan 2020 - 15:23

Foto: Olhar Direto

Vereador preso por suposta ligação com o tráfico recorre ao TJMT em busca de liberdade
O vereador Calistro Lemes do Nascimento, conhecido como Jânio Calistro, recorreu ao Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) em busca de liberdade. Habeas Corpus aguarda julgamento do desembargador Juvenal Pereira da Silva, da Terceira Câmara Criminal.

Leia também 
Vereador estaria planejando roubar droga de bolivianos para revender

 
O advogado Ricardo Monteiro confirmou ao Olhar Jurídico o pedido. Segundo ele, não estão presentes os requisitos para manutenção da preventiva em cumprimento desde o dia 19 de dezembro.
 
Jânio Calistro foi preso durante a Operação Cleanup, da Delegacia Especializada de Repressão a Entorpecentes (DRE). Ele é acusado de integrar um grupo responsável por tráfico de drogas.
 
Além de vereador, Calistro é policial civil aposentado. Segundo o delegado titular da DRE, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, as investigações iniciaram em virtude de uma denúncia anônima recebida. Foi verificada a atuação de um extenso grupo de traficantes atuante na cidade de Várzea Grande.

O trabalho investigativo durou cerca de 70 dias e permitiu identificar diversas pessoas associadas para o tráfico, sendo realizadas as prisões em flagrante de seis pessoas e apreensão de grande quantidade de drogas em posse dos presos.
 
Conforme noticiado pelo Olhar Jurídico, Jânio Calistro estaria planejando roubar uma grande quantidade de droga de traficantes bolivianos para revender.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet