Olhar Jurídico

Quinta-feira, 22 de outubro de 2020

Notícias / Política de Classe

Clodoaldo Queiroz é o mais votado e deve comandar Defensoria a partir de 2019

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

09 Nov 2018 - 17:40

Foto: ReporterMT

Clodoaldo Queiroz é o mais votado e deve comandar Defensoria a partir de 2019
O defensor público Clodoaldo Aparecido Gonçalves de Queiroz foi o candidato mais votado e deve ser o defensor público-geral do Estado. Ele obteve 110 votos e ficou na frente de Caio Cezae Buin Zumioti, 83 e Edson Jair Weschter, que teve 44 votos, formando a lista tríplice que será encaminhada ao governador Pedro Taques (PSDB) no final deste mês.

Leia também
MP denuncia dois deputados por improbidade e pede ressarcimento de R$ 16,6 milhões


A eleição ocorrida nesta sexta-feira (9) também teve a participação do defensor Júlio Diniz,que com 35 votos ficou em quarto lugar. A apuração aconteceu por volta das 17h, logo após o término da votação que é secreta.

Os três mais votados a partir de agora integram a lista que será enviada para o governador Pedro Taques até o dia 30 de novembro. Cabe ao chefe do Executivo nomear o novo condutor da Instituição.

Presidente do Sindicato dos Defensores Públicos do Estado de Mato Grosso (Sindep-MT), Clodoaldo já foi membro do Conselho Superior da Defensoria Pública, o mais votado Clodoaldo Queiroz deve ser escolhido pelo governador.

A posse está marcada para acontecer no dia 2 de janeiro, com a presença do novo governador eleito, Mauro Mendes (DEM).

Além do cargo de Defensor-público Geral, seis defensores foram eleitos para o Conselho Superior da Instituição. São eles: Fernando Antunes Soubhia, Silvio Jéferson de Santana, Fernanda Maria Cícero de Sá Soares, Giovanna Marielly da Silva Santos, José Edir Arruda Martins Júnior, Paulo Roberto da Silva Marquezini.  

Comentários no Facebook

Sitevip Internet