Olhar Jurídico

Domingo, 29 de maio de 2022

Notícias | Civil

SEGUNDA INSTÂNCIA

No TJ, Bussiki sofre segunda derrota em pedido para 'conduzir sozinho' CPI do Paletó

04 Abr 2018 - 19:06

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

Foto: Rogério Florentino/OlharDireto

No TJ, Bussiki sofre segunda derrota em pedido para 'conduzir sozinho' CPI do Paletó
O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) rejeitou o pedido liminar impetrado pelo vereador do PSB, Marcelo Bussiki. Na segunda instância, Bussiki buscava reverter a decisão do juiz Jorge Iafelice dos Santos, proferida em março desde ano. Assim, o político segue impedido de decidir monocraticamente sobre  rito da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga o prefeito Emanuel Pinheiro (MDB), a chamada "CPI do Paletó".

Leia mais:
Único de Mato Grosso no STF, Gilmar Mendes vota a favor de HC para evitar prisão de Lula

Na primeira instância, a justiça entendeu que a solicitação de Bussiki era “irrelevante” e que os trabalhos da CPI vêm sendo conduzidos sem ferir o Regimento Interno da Câmara de Vereadores.

Desde dezembro, por decisão do Plenário, as decisões na CPI vêm sendo tomadas por meio de votação entre os três membros: o presidente Marcelo Bussiki, o relator Adevair Cabral (PSDB) e Mário Nadaf (PV). Bussiki, acompanhado de outros parlamentares, acusou a base do prefeito – da qual fazem parte Adevair e Nadaf -, de tentar manipular os resultados em favor de Pinheiro.

A CPI

A CPI do Paletó, que tem prazo de 120 dias para ser concluída, já está entrando no quarto mês. Até o momento foram ouvidos o ex-governador Silval Barbosa, seu ex-chefe de gabinete Silvio Cesar Correa Araújo, o ex-secretário de estado Allan Zanatta e o servidor da Assembleia Legislativa Valdecir Cardoso.

A investigação apura se houve quebra de decoro por parte do prefeito Emanuel Pinheiro, no caso em que ele apareceu em um vídeo recebendo dinheiro de suposta propina, no gabinete da governadoria, além de uma possível tentativa de obstrução à Justiça.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet