Olhar Jurídico

Terça-feira, 04 de agosto de 2020

Notícias / Criminal

Empresário que pagou fiança de R$ 1 mil é dono de Lamborghini, avião e tem sociedade de R$ 10 milhões

Da Redação - Arthur Santos da Silva

14 Jul 2020 - 16:35

Foto: Rogério Florentino/ Olhar Direto

Empresário que pagou fiança de R$ 1 mil é dono de Lamborghini, avião e tem sociedade de R$ 10 milhões
O empresário Marcelo Martins Cestari, que pagou R$ 1 mil de fiança para sair da prisão, é dono de um veículo Lamborghini Gallardo Spyder comprado por R$ 425 mil, possui uma aeronave modelo Beech Aircraft avaliada em R$ 500 mil e também é sócio de uma empresa cujo capital social é de R$ 10,4 milhões. As informações foram levantadas pelo advogado Hélio Nishiama para requerer a majoração da fiança ao valor de R$ 1 milhão.

Leia também 
Família de jovem morta com tiro na cabeça pede que fiança de empresário seja majorada para R$ 1 milhão

 
Marcelo é atirador esportivo e pai da menor acusada de ter efetuado o disparo classificado como acidental que matou Isabele Guimarães Ramos, 14 anos, durante a noite de domingo (12), no Condomínio Alphaville 1, em Cuiabá. Ele foi preso após a polícia encontrar em sua casa sete armas, duas delas sem registro.
 
Nishiama, que defende a família da criança morta, afirma que a fiança inicialmente imposta ao empresário “representa pequena fração do patrimônio”.  Para determinar o valor, a autoridade leva em consideração a natureza da infração, as condições pessoais do acusado, as circunstâncias indicativas de sua peculiaridade, bem como a importância provável das custas do processo, até final julgamento.
 
Segundo o advogado, a autoridade policial arbitrou fiança ao flagrado no valor mínimo previsto em lei. Conforme Nishiyama, não se trata de “mero crime de posse irregular de arma de fogo sem gravidade concreta. Muito pelo contrário, trata-se de crime que, embora punido com pena de apenas 03 (três) anos de detenção [o que no plano abstrato revelaria ínfima gravidade], no caso concreto teve grave consequência, qual seja, a morte da jovem de apenas 14 (quatorze) anos de idade”, destacou.
 
A comunicado de prisão em flagrante de Marcelo Cestari é julgada na Décima Vara Criminal pelo magistrado João Bosco Soares da Silva. Decisão sobre o pedido de majoração é aguardada. 

28 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • yves
    19 Jul 2020 às 21:42

    "Que triste um site que "preza pela informação de qualidade" permitir uma matéria dessa. Foi um fato triste e que haja justiça, mas afinal, qual é o objetivo dessa publicação? Qual o sentido disso? Se eu for um trabalhador e conquistar tudo com o meu suor, ao cometer um erro, tudo o que conquistei será fruto de crime também? Francamente, que descrédito o Olhar Direto impôs a si mesmo. Será que esse comentário será aprovado?" Eu vou deixar mais claro para vc: cobraram o mínimo, teve vitima, a fiança deveria ser maior. Indico estudar sobre fiança no Br e mundo para entender a importância do patrimônio do acusado

  • Roberson
    16 Jul 2020 às 09:22

    Que triste um site que "preza pela informação de qualidade" permitir uma matéria dessa. Foi um fato triste e que haja justiça, mas afinal, qual é o objetivo dessa publicação? Qual o sentido disso? Se eu for um trabalhador e conquistar tudo com o meu suor, ao cometer um erro, tudo o que conquistei será fruto de crime também? Francamente, que descrédito o Olhar Direto impôs a si mesmo. Será que esse comentário será aprovado?

  • celina
    16 Jul 2020 às 08:26

    Cada hora é uma versão contada para esse "incidente", acho que deve ser investigado com imparcialidade para se chegar a verdade.

  • Poveda
    15 Jul 2020 às 10:04

    Que matéria RÍDICULA, que que tem a ver o que o cara tem ou não tem diante de uma tragédia dessa. Manchete péssima!

  • Chico Bento
    15 Jul 2020 às 09:09

    Não concordo com a fiança de 1 milhão só por que o pai da moça é rico. O que se deve buscar nesse caso, é justiça, não a prática da injustiça.

  • PASTOR JIM JONES
    15 Jul 2020 às 07:29

    E os celulares das adolescentes não serão periciados? Será que nunca ouve um entrevero mal resolvido entre elas? Uma mágoa? Eis a questão?

  • EDALBERTO SIMBO
    15 Jul 2020 às 00:12

    Nesta terra lei é para todos,mas justiça é para poucos.

  • Crítico
    15 Jul 2020 às 00:09

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Dudu cpa3
    14 Jul 2020 às 23:10

    Desculpe o mau olhado e a inveja, mas me amarrei no possante aí. Pretendo ter um igual um dia

  • Gilvan
    14 Jul 2020 às 22:27

    Esse valor módico da fiança é uma aberração jurídica.

Sitevip Internet