Olhar Jurídico

Quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Notícias / Eleitoral

Fávaro apresenta notícia-crime à PF sobre vídeo com conteúdo preconceituoso

Da Redação - Érika Oliveira

27 Set 2018 - 17:51

Foto: Rogerio Florentino/Olhar Direto

Fávaro apresenta notícia-crime à PF sobre vídeo com conteúdo preconceituoso
Um vídeo que insinua que cuiabanos e pessoas da região são preguiças e não gostam de trabalhar viralizou nas redes sociais esta semana. Na gravação, associam o “cuiabano preguiçoso” ao candidato ao Senado procurador Mauro (Psol) e dizem que “trabalhador de verdade” só os que estão ligados ao agronegócio. Carlos Fávaro (PSD), que também é candidato ao Senado e aparece no vídeo, apresentou notícia-crime à Polícia Federal, nesta quinta-feira (27).

Leia mais:
Pesquisa Access mostra Fávaro na disputa com Selma pela segunda vaga ao Senado

 “Mais uma vez estamos diante de uma fake news, uma notícia falsa que quer enganar o eleitor, fazer com que ele acredite que estamos envolvidos nessa mensagem preconceituosa e absurda. Essa atitude me causa revolta, não podemos permitir que mensagens como essa sejam replicadas, sem identificação e com prática totalmente condenável. Nossa campanha é limpa, trabalhamos com propostas e não agimos dessa forma criminosa para prejudicar o eleitor”, recriminou Carlos Fávaro.

Devido ao pleito eleitoral, o social democrata solicitou, com urgência, a abertura de inquérito para apuração, individualização e indiciamento do autor/autores da infração. Para Fávaro, o conteúdo do vídeo representa uma prática covarde e criminosa.

O vídeo, que tem a duração de cerca de um minuto, insinua que as pessoas de Cuiabá, Várzea Grande, Poconé, Cáceres e toda a região são preguiçosas e não gostam de trabalhar, sugerindo ser melhor votar em representantes do agronegócio, pois os mesmos sustentam Mato Grosso.

Mostra, ainda, a foto do Procurador Mauro, também candidato ao Senado Federal, como exemplo da propagada “preguiça cuiabana” e, do outro lado, como “ótima opção de candidato que trabalha e produz e não é cuiabano preguiçoso”, a imagem de Fávaro, entre outros candidatos.

“O conteúdo, que está circulando principalmente em grupos de whats app, está carregado de preconceito e discriminação contra um povo, em afronta à Constituição Federal. Já no âmbito penal, o artigo 20 da Lei nº. 7.716/89 estabelece que praticar, induzir ou incitar a discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional pode gerar pena de reclusão de um a três anos, além de multa”, informou o advogado de Fávaro, José Patrocínio de Brito Junior. 

Segundo ele, fica evidente a tentativa de se atribuir ao candidato a prática de crime ao associá-lo de forma pejorativa a um grupo de “representantes do agronegócio que trabalham e produzem”.

“O vídeo insere o Fávaro em contraponto ao grupo denominado de “preguiçosos” e, da mesma forma, de ser preconceituoso, racista e discriminador, como se ele atribuísse ao povo cuiabano a pecha de preguiçoso ou mesmo concordasse com tamanho despropósito”, afirma o advogado.

Ele explica que, ao propagar o material, os autores cometem os crimes de calúnia e difamação, previstos respectivamente nos artigos 138 e 139 do Código Penal Brasileiro. Além disso, a prática também constitui crime eleitoral, na medida em que busca iludir o eleitor fazendo acreditar em fatos desabonadores de candidato quando não são verídicos.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Caio Oliveira
    28 Set 2018 às 07:10

    É senhores e senhoras, agora estamos diante de tudo. Em verdade, ao cargo de Senado, o tal discurso de experiente, de desenterro de político, do pessoal do agro. Não resta outra oportunidade a não ser Procurador Mauro ou Maria Lúcia... Escolha os dois acima! Possível a serem eleitos e ótimas OPÇÕES... PENSE NISSO!

  • Emilio
    27 Set 2018 às 20:35

    Precisa identificar o covarde autor do vídeo.

  • Marildes
    27 Set 2018 às 18:45

    É uma jogada suja de alguém que já sentiu a água bater no queixo. Nós cuiabanos sempre recebemos dos livramentados e varzeanos tal peja. Mas em tempo eleitoral eles não saem do nosso pé.

Sitevip Internet