Olhar Jurídico

Terça-feira, 18 de junho de 2024

Notícias | Criminal

OPERAÇÃO FOLLOW THE MONEY

Membros de organização que lavou milhões provenientes do tráfico em Sinop são mantidos presos pela Justiça

Foto: Reprodução

Membros de organização que lavou milhões provenientes do tráfico em Sinop são mantidos presos pela Justiça
O juiz Anderson Clayton Dias Batista manteve presos 33 alvos da Operação Follow The Money, deflagrada contra esquema que lavou milhões de reais provenientes do tráfico de drogas, especialmente em Sinop. Na mesma ordem, o juiz decidiu soltar outros 12 investigados. Decisão é de sexta-feira (17).


Leia mais: 'DJ Boladão' e mais 15 alvos de operação por tráfico seguirão presos; cinco mães serão monitoradas
 
As investigações iniciaram a partir de uma apreensão de 400 tabletes de maconha, localizados pela Derf de Sinop, em uma chácara na zona rural da cidade, em julho de 2022.

A partir da localização da droga, a equipe da unidade especializada revelou um esquema de lavagem de dinheiro criado sustentado a partir do tráfico de drogas na cidade. Foi apurada a existência de empresas fantasma e também de empresas reais que dissimulavam o capital ilícito, dando a aparência de licitude às transações.

Uma das empresas que realizavam a lavagem do dinheiro do tráfico é uma farmácia em Cuiabá, que teve as atividades suspensas judicialmente. Os medicamentos apreendidos foram doados à secretaria de saúde do município.

Os alvos tiveram valores bloqueados e bens sequestrados pela Justiça, que somam mais de R$ 1 milhão. Os medicamentos apreendidos na farmácia e doados foram avaliados em R$ 190 mil.
 
Entre os que seguem presos está Marcelo Mendula, também identificado no processo como DJ Boladão. Ele é acusado de mais de R$270 mil e de ser o gerente de diversas bocas de fumo no município.

Vulgo “Skank”, Leonardo Fantinato também segue detido, e é apontado como proprietário da chácara onde a polícia apreendeu quase meia tonelada de maconha, o que resultou na operação.

Seguem encarcerados o casal Talita Liandra e Leonardo Pires, vulgo “Sapateiro”, apontando como comandante da facção Comando Vermelho, que mesmo estando preso manteve controle da atividade criminosa, conforme apontado pela autoridade policial.

O representado Bruno Silva Castro, vulgo “formiga”, conforme relatório nos autos, enviou para um dos líderes a organização criminosa R$ 19.800,00 em 23 transações realizadas entre maio a julho de 2022.

O magistrado considerou pedido feito pelo delegado Victor Hugo Caetano de Freitas, que requereu a manutenção da prisão preventiva dos investigados para garantia da ordem pública, preservação do andamento da investigação e aplicação da lei penal.

Para decidir mantê-los presos, o magistrado anotou na ordem que a detenção cautelar se justificou para restaurar a ordem pública de Sinop, que foi abalada pela gravidade das atividades criminosas do grupo, o qual, supostamente, praticou os crimes de tráfico e lavagem de dinheiro, “causando impactos imensuráveis à sociedade mato-grossense”.

A Polícia Civil também representou pela aplicação de medidas cautelares a 9 investigados. Eles foram presos em decorrência de transferências de valores que variam entre R$ 3.286,13 e R$ 12.245,00. O Ministério Público se manifestou favorável ao pedido e requereu a liberdade provisória de outros 5.

O magistrado pontuou que alguns dos suspeitos já foram colocados em liberdade e decidiu revogar a prisão de outros “considerando os valores transacionados, a existência ou não de ações penais em curso e predicados pessoais de cada representado”. Eles deverão cumprir algumas medidas cautelares como uso de tornozeleira eletrônica.
 
Veja a lista dos que continuam presos:
 
LEONARDO FANTINATO SILVEIRA
MARCELO HENRIQUE MENDULA
MARCELO GONZAGA MENEGUSSO
PEDRO CESAR DE JESUS
TALITA LIANDRA BARBOSA MATIAS DOS SANTOS
LEONARDO DOS SANTOS PIRES
BRUNO JAUNNER SILVA CASTRO
PAULO JOÃO PEREIRA DA SILVA
DIEKSON CARVALHO MARQUES
WAGNER DE LIMA REIS
KLEDSON MATHEUS CASTRO FERREIRA
WILLIAM MARTINS
GILVANDERSON SILVA DE OLIVEIRA
RANDINEI LUCENA SOUZA
DANIEL SANTOS SOUZA
VALDECIR RODRIGUES FERNANDES
NATAN ROCKENBACH CAVALCANTI
MANUEL DA CONCEIÇÃO FERREIRA JUNIOR
JONAS DE OLIVEIRA SILVA
JOHN BACK
JACKSON CHAVES ELIAS
AMANDA LUIZA DE ALMEIDA TEIXEIRA MARQUES
VITOR HENRIQUE DOS SANTOS MOREIRA
ROBSON SOUZA SILVA
JONAS EQUICI DE ARRUDA
FAGNER VANDERLEI TEIXEIRA DE CASTRO
KLEVERSON NUNES FERREIRA DA SILVA
LUISMAR DOS ANJOS NOGUEIRA
INGRIDE FONTINELLES MORAIS
SIMONE APARECIDA KERNISKI
RITA DE CASSIA FERREIRA ARAUJO DA SILVA DE ABREU
PAULO HENRIQUE BONINI
FELIPE JACOB DE OLIVEIRA
 
Veja a lista dos que foram soltos:
 

DIOGO GABRIEL DO ROSÁRIO DIAS
LEANDRO DOS SANTOS PIRES
FÁBIO MARTINS BELO
CARLOS REUTERS MEDEIRO
THAYLISSON NIVALDO BERTUSSI CAETANO
YURI PALADINO OLIVEIRA DOS SANTOS
DANIELA LIMA RODRIGUES SANTOS
ETIENE CRISLAINE MASCARENHAS CECATO
GUSTAVO HENRIQUE RODRIGUES DOS SANTOS
JAKSSON OLIVEIRA DE SOUZA
WESLEY ALVES BARBOSA
MANUEL DA CONCEIÇÃO FERREIRA JUNIOR
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet