Olhar Jurídico

Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Notícias | Eleitoral

CORRIDA PELO ALENCASTRO

Ministério Público dá razão a Botelho e nega propaganda extemporânea no Peladão

Foto: Reprodução

Ministério Público dá razão a Botelho e nega propaganda extemporânea no Peladão
A promotora eleitoral Lindinalva Correia Rodrigues deu parecer contrário às duas ações movidas pelo deputado federal Abilio Brunini (PL) contra o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso, deputado Eduardo Botelho (União), e negou a existência de propaganda extemporânea nas declarações feitas durante o Peladão e nas faixas em agradecimento ao parlamentar. 


Leia mais
Justiça Eleitoral manda Abílio retirar do ar difamação contra Botelho

"Assim, não serão consideradas como propaganda eleitoral antecipada, desde que não haja solicitação explícita de voto, as seguintes ações: menção à possível candidatura, enaltecimento das características pessoais dos pré-candidatos, e atos que podem ser cobertos pelos meios de comunicação social, incluindo a Internet", diz trecho do parecer. 

Para apresentar as ações, Abílio utilizou o diretório municipal do Partido Liberal. Na primeira, ele acusou Botelho de utilizar três eventos para a suposta propaganda, com a afixação de faixas nos locais onde eles ocorriam. Já no caso do Peladão, a alegação é a de que Botelho teria usado o campeonato para massificar seu nome junto à população por meio de publicações nas redes sociais. 

A Justiça Eleitoral já havia negado, em caráter liminar, a existência de qualquer irregularidade e rejeitou os dois pedidos de tutela antecipada. O juiz eleitoral Jamilson Haddad Campos encaminhou o processo para manifestação do Ministério Público Eleitoral. 

"Pela análise dos autos, em especial das imagens e vídeos anexados na inicial, não se observam evidências quanto à suposta propaganda eleitoral antecipada, ou de outro ilícito eleitoral passível de sanção no caso concreto. Diante todo o exposto, o Ministério Público Eleitoral opina que seja julgada improcedente a presente demanda", diz a manifestação do MP.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet