Olhar Jurídico

Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Notícias | Criminal

réu por homicídios

Promotor afirma que pediu prisão de Carlinhos após denúncia anônima apontar que ele estava no BigLar

28 Fev 2024 - 16:56

Da Redação - Pedro Coutinho / Do Local - Luis Vinícius

Foto: Reprodução

Promotor afirma que pediu prisão de Carlinhos após denúncia anônima apontar que ele estava no BigLar
O promotor de Justiça Jaime Romaquelli, autor do pedido de revogação da prisão domiciliar do réu Carlos Alberto Gomes Bezerra, o Carlinhos Bezerra, que executou sua ex-companheira, Thays Machado, e Willian Moreno, afirmou que o Ministério Público recebeu denúncia anônima alegando que ele estava fazendo compras no supermercado BigLar, acompanhado por seguranças armados, no dia 14 de fevereiro. Com base nisso, e na ausência de comprovação de que o réu estaria com a saúde extremamente debilitada, Romaquelli entrou com o requerimento, atendido nesta quarta-feira (28) pela juíza Ana Graziela Vaz Correa.

Leia mais
Após audiência de custódia, Carlinhos Bezerra é mantido preso e será encaminhado à penitenciária de VG

 “Recebemos informações de pessoas que tinham visto ele no BigLar acompanhado de seguranças armadas. Essa pessoa se mostrou abismada e trouxe à promotoria essa informação. ‘eu te garanto que era esse sujeito, eu conheço ele e estava lá’”, disse o promotor nesta tarde, na saída do Fórum de Cuiabá, onde Carlinhos passou por audiência de custódia.

Após a audiência, ele foi remetido à penitenciária Ahmenon Lemos Dantas, em Várzea Grande. Apesar disso, a defesa do empresário, representada pelo advogado Francisco Faiad, afirmou que entrará com novo habeas corpus para pedir nova domiciliar, já que a situação da saúde de Carlinhos, constatada em novembro do ano passado, e que foi a razão que o Tribunal de Justiça viu para prendê-lo em residência, não teria mudado.

Carlinhos foi colocado em prisão domiciliar por força de habeas corpus, sob justificativa de que estaria com a saúde extremamente debilitada e que precisaria de tratamento adequado a ser promovido em casa, o que não seria possível de realizar caso continuasse no presídio Mata Grande, em Rondonópolis.

Ocorre que, além de não comprovar a aguda fragilidade de sua saúde, ele desrespeitou a ordem para que ficasse preso em casa enquanto aguarda seu julgamento, ainda não designado, perante o Tribunal do Júri.

Conforme consta na decisão da magistrada Ana Graziela, que determinou a prisão preventiva, Carlinhos fez nove movimentações desautorizadas, em fevereiro, no período que deveria estar recolhido em domicílio, desrespeitando a ordem judicial. Segundo a denúncia anônima enviada ao MP, Carlinhos foi ao BigLar no dia 14 de fevereiro.

No dia 15, ele afirmou que pela manhã iria até o Hospital Santa Rosa para uma bateria de exames. Todavia, relatório de monitoramento daquele dia comprovou que ele, entre 00h e 12h, sequer foi até o hospital, inclusive, se locomovendo em direção contrária à unidade.

Visando se safar da cadeia, ele ainda acostou nos autos exames, laudos sobre tratamentos e consultas, além de atendimentos médicos, bem como sustentou que seria responsável pelos cuidados de sua mãe, Vera Dicke Bezerra.

Apesar disso, embora alegação de que estaria debilitado, acometido por diabetes, hipertensão e depressão, a juíza Ana Graziela apontou que ele goza de saúde e não conseguiu comprovar a fragilidade no seu quadro clínico.

Sobre alegação de que seria responsável pelos cuidados de sua genitora, a magistrada apontou que Carlinhos não é filho único e que possui irmã capaz de garantir as atenções a ela.

Faiad ainda rebateu as questões levantadas pelo Ministério Público, e corroboradas pela juíza, de que Carlinhos teria desrespeitado as medidas cautelares, inclusive saindo para mercados em Cuiabá acompanhado por seguranças.

Além disso, afirmou que também são falácias os apontamentos que ele teria mentido ter ido a um hospital para fazer exames, ao passo que monitoramento apontou que ele teria se locomovido na direção contrária à unidade.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet