Olhar Jurídico

Quarta-feira, 19 de junho de 2024

Notícias | Criminal

ATO INFRACIONAL

Adolescentes suspeitos de matarem motorista de aplicativo são internados em Cuiabá e em Rondonópolis

Foto: Messias Filho/AGORAMT

Adolescentes suspeitos de matarem motorista de aplicativo são internados em Cuiabá e em Rondonópolis
A Vara da Infância e da Juventude de Rondonópolis (215 km de Cuiabá) determinou que o casal de adolescentes envolvido na morte do motorista de aplicativo José Messias Santos Correia, 48 anos, fosse internado em unidades socioeducativas de Cuiabá e de Rondonópolis (212 Km da capital). Os menores confessaram que mataram a vítima a facadas e a pauladas.


Leia também
Adolescente de 16 anos diz que matou motorista de aplicativo após ter sido assediada durante corrida
 
A medida judicial foi solicitada pela Polícia Civil, que apreendeu o casal de namorados no dia 11 de janeiro, um dia depois do crime. Enquanto o menor de 17 foi levado para a unidade da cidade onde cometeu o crime, a namorada dele, de 16 anos, foi transferida para uma unidade feminina de Cuiabá. As transferências ocorreram na sexta-feira (12).
 
Ambos devem responder por ato análogo a homicídio. A adolescente admitiu à Polícia Civil que planejou e executou a morte de Messias após ele ter a aliciada sexualmente durante uma corrida em que ela estava sozinha no último dia 6 de janeiro.
 
O crime
 
Após a constatação da morte, os investigadores receberam informação que familiares registraram um boletim de ocorrência, na noite de terça-feira (09), de desaparecimento do trabalhador.
 
Após diversas diligências, os policiais da Delegacia de homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) localizaram o menor em uma oficina mecânica no Parque Universitário, também em Rondonópolis. Ao avistar a equipe policial, o infrator ficou apreensivo e começou a gaguejar.
 
Ao ser entrevistado na presença do pai, ele confessou a morte do motorista de aplicativo e ainda acrescentou que teve o apoio da sua companheira.
 
Os policiais apreenderam na residência dele as roupas usadas durante o crime, que estavam lavadas e escondidas no fundo da casa, e ainda apresentavam manchas de sangue. O adolescente estava com cortes de faca nas mãos decorrentes dos golpes contra a vítima.
 
A adolescente foi localizada no bairro Santa Clara. Em conversa com os policiais, ela também confessou a participação no homicídio e disse que jogou o celular da vítima nas proximidades de onde o veículo fora localizado.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet