Olhar Jurídico

Terça-feira, 27 de fevereiro de 2024

Notícias | Eleitoral

ATAQUE AO SISTEMA ELEITORAL

Por 5 a 2, TSE deixa Bolsonaro inelegível até 2030

Foto: Rogério Florentino Pereira - Olhar Direto

Por 5 a 2, TSE deixa Bolsonaro inelegível até 2030
Atualizada às 13h30min - Por 5 votos a 2, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) tornou o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) inelegível por oito anos, em julgamento de ação de abuso de poder político do então presidente ao realizar uma reunião com embaixadores no Palácio da Alvorada e atacar o sistema eleitoral, em julho do ano passado.

Leia também
Crescimento da população pode aumentar número de deputados de Mato Grosso na Câmara


Na retomada do julgamento, no fim da manhã desta sexta-feira (30), Cármen Lúcia anunciou logo no início que votaria pela condenação de Bolsonaro. A ministra considerou que o discurso do então presidente teve conteúdo eleitoral, por apresentar objetivo de autopromoção.

Além do relator Benedito Gonçalves, os ministros Floriano Marques, André Ramos e o presidente Alexandre de Moraes votaram pela inelegibilidade, enquanto Raul Araújo abriu divergência e foi seguido por Kassio Nunes Marques.

De acordo com a Lei da Ficha Limpa, o resultado do julgamento tem efeitos imediatos, o que significa que Jair Bolsonaro seguirá inelegível enquanto aguarda a análise de seus recursos, seja no TSE ou no Supremo Tribunal Federal (STF). 

Assista o julgamento ao vivo

 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet