Olhar Jurídico

Domingo, 19 de maio de 2024

Notícias | Criminal

9 FACADAS

Justiça mantém preso caminhoneiro suspeito de matar colega de profissão

Foto: Reprodução

Justiça mantém preso caminhoneiro suspeito de matar colega de profissão
Suspeito de matar a facadas o caminhoneiro Edivaldo Francisco Júnior, de 38 anos, nesta quarta-feira (17), na Serra de São Vicente, Reginaldo Ribeiro da Silva Mendes teve sua prisão preventiva decretada pela juíza Renata do Carmo Evaristo Parreira, após passar por audiência de custódia na tarde desta quinta (18). A magistrada citou a periculosidade do agente e a manutenção da ordem pública para decretar a prisão.


Leia mais
Motorista morto com nove facadas na BR-364 será sepultado em São Paulo 

 
Segundo a Polícia Civil, o motorista do caminhão, Edivaldo Francisco Junior, de 38 anos, morreu após ser esfaqueado por Reginaldo, também caminhoneiro, e não em decorrência de um acidente de trânsito na BR-364, na Serra de São Vicente, como havia sido apontado inicialmente. A causa da morte foi confirmada pela Perícia Oficial de Identificação Técnica (Politec). 
 
“Diante do exposto, com fulcro no art. 310, inciso II, do Código de Processo Penal, decreto a prisão preventiva de Reginaldo Ribeiro da Silva Mendes, com qualificação nos autos, já que presentes os requisitos constantes do art. 312 e 313, do Código de Processo Penal e se revelam inadequadas e insuficientes às medidas cautelares diversas da prisão”, proferiu a juíza.

Ele foi autuado em flagrante na delegacia da Polícia Civil pelo crime de homicídio doloso, qualificado pela impossibilidade de defesa da vítima.

Edivaldo foi morto com golpes de faca após um acidente de trânsito que envolveu três carretas e uma camionete, no trecho da rodovia federal na Serra de São Vicente, município de Santo Antônio de Leverger.

Conforme a apuração realizada no local, o veículo conduzido por Edivaldo e outras duas carretas e a camionete trafegavam sentido Serra de São Vicente a Cuiabá.

Próximo da localidade conhecida como pedreira, no km 346, a vítima teria colidido na grade de proteção da rodovia e na sequência houve colisão com os demais veículos.

A equipe policial apurou, preliminarmente, que o suspeito e a vítima tiveram um desentendimento em decorrência da primeira colisão. Informações preliminares apontam que suspeito fechou a vítima na rodovia, causando danos na lateral na carreta de Edivaldo. Em seguida, a vítima do homicídio tentou ultrapassar o suspeito e bateu na traseira do veículo e nos demais envolvidos no acidente.

Na sequência ao acidente, o suspeito saiu do seu veículo e desferiu nove facadas na vítima, que a levaram a óbito. Com as colisões entre os veículos, a passageira de uma camionete S10 ficou ferida e foi socorrida a um hospital em Cuiabá.

Durante as diligências, os investigadores conseguiram identificar o suspeito do homicídio, Reginaldo, que foi detido e encaminhado à delegacia de Santo Antônio de Leverger.


 
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet