Olhar Jurídico

Segunda-feira, 15 de abril de 2024

Notícias | Civil

mortes

MPF investiga acidentes na BR-364 causados por árvores às margens da rodovia

Foto: Reprodução

MPF investiga acidentes na BR-364 causados por árvores às margens da rodovia
Ministério Público Federal (MPF) deu prosseguimento a Inquérito Civil instaurado para apurar as condições de tráfego na BR-364, no trecho localizado entre Alto Garças e Rondonópolis, pela ocorrência de elevado número de mortes em acidentes de trânsito causados ou agravados pelas árvores às margens da rodovia.

Leia também
PGR entra com ação contra pagamento de 'auxílio obras técnicas' a magistrados e membro do MP
 

Segundo andamento publicado nesta terça-feira (15), o DNIT comunicou supressão vegetal emergencial realizada pela empresa Construtora Souza Reis, no mês de fevereiro de 2022, e supressão vegetal pela empresa LCM -Construções e Comércio, ainda em andamento.
 
O órgão explicou ainda que a supressão vegetal realizada até o presente momento já reduziu significativamente os riscos aos usuários da rodovia. Houve então manifestação pelo arquivamento sob o fundamento de estarem sendo tomadas as providências necessárias por parte do DNIT.
 
Antes de arquivar o inquérito, porém, o Ministério Público Federal (MPF) determinou o envio do caso a setor que investiga questões ambientais. “Pela homologação do arquivamento no âmbito desta 1ª CCR, acolhendo, como razões de decidir, os fundamentos invocados pelo membro oficiante, com remessa dos autos à 4ª CCR para análise da matéria de sua atribuição”.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet