Olhar Jurídico

Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Notícias | Eleitoral

recurso

Parecer no TSE pede indeferimento do registro de candidatura de Neri Geller

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Parecer no TSE pede indeferimento do registro de candidatura de Neri Geller
Procuradoria-geral Eleitoral deu parecer pelo provimento de recurso junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE)  para reverter decisão que deferiu registro de candidatura de Neri Geller (PP). O parecer foi assinado pelo vice-procurador-geral eleitoral, Paulo Gustavo Gonet Branco, no dia 21 de setembro.


Leia também 
Riva deixa prisão domiciliar após decisão autorizando progressão de regime


O parecer foi encaminhado ao processo que está nas mãos do relator, ministro do TSE, Raul Araújo. Ainda não há data prevista para Corte Eleitoral julgar o recurso que definirá se Neri Geller vai seguir como candidato.

No recurso do Ministério Público Eleitoral de Mato Grosso, o procurador Erich Masson destaca que o TRE ignorou o julgamento do TSE de 23 de agosto de 2022, que por unanimidade, cassou o mandato de Neri Geller por 8 anos e o declarou inelegível por 8 anos, a contar a partir de 2018. Ele foi considerado culpado por abuso de poder econômico combinada com a prática de gastos ilícitos no pleito de 2018.

"Temos uma pessoa que foi condenada pelo TSE, teve o mandato cassado, declarado inelegível e nada disso fora considerado pelo TRE/MT, que deferiu seu registro de candidatura. Imagine o ideário de justiça da população, destinatária das regras eleitorais para garantia da democracia, ver esse quadro e assistir ao Poder Judiciário deferindo uma candidatura destas!", destacou o procurador no recurso encaminhado ao TSE.

A decisão que deferiu a candidatura de Neri Geller, por 4 votos a 3, no TRE de Mato Grosso, ocorreu no dia 12 de setembro. Contudo, poderá ser barrada, caso o TSE acate os argumentos da Procuradoria-geral Eleitoral.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet