Olhar Jurídico

Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Notícias | Criminal

habeas corpus

Tribunal concede liberdade a empresário preso na Operação Hamadríade

Foto: Reprodução

Tribunal concede liberdade a empresário preso na Operação Hamadríade
O Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT) concedeu liminar nesta segunda-feira (19) ao empresário Michel Crestani, que estava preso na Operação Hamadríade, deflagrada por força de decisão do juízo da Sétima Vara Criminal de Cuiabá.


Leia também 
Neri diz que ação de Marrafon é legítima, mas reafirma ser vítima em processo: ‘tenho direito de recorrer’

 
A decisão atendeu habeas corpus impetrado pelos advogados Valber Melo, Alexandre Nery, Viviane Melo e Edysio Storck, que defendem o empresário. O empresário havia sido preso juntamente com seu irmão. Fernando Crestani, além dos engenheiros florestais Flávio Luiz Rosa da Silva, Wanderley Batista de Brito e Ricardo Gomes Martins.
 
Segundo o Gaeco Ambiental, eles teriam movimentado, irregularmente, cerca de 300 mil metros cúbicos de produtos florestais e geraram um dano aproximado de R$ 147,9 milhões ao meio ambiente.
 
O Tribunal já havia, por unanimidade, concedido a ordem de habeas corpus em favor do engenheiro Ricardo Gomes da Silva, ao tomar conhecimento, por meio da defesa de Michel Crestani, que o juízo da Sétima Vara recebeu a denúncia e determinou a suspensão das atividades econômicas  desenvolvidas na Fazenda Matrincha II.
 
Ao conceder o alvará de soltura, o Tribunal entendeu desnecessária a manutenção da prisão, e substituiu a prisão por medidas cautelares alternativas, dentre elas a suspensão das atividades econômicas e entrega de passaporte, além de utilização de monitoramento eletrônico por 6 meses.
 
O Tribunal também estendeu a ordem de habeas corpus a Fernando Crestani, irmão de Michel.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet