Olhar Jurídico

Quarta-feira, 16 de outubro de 2019

Notícias / Criminal

Mensalão: Delúbio admite caixa 2 e nega compra de votos

De Brasília - Vinícius Tavares

06 Ago 2012 - 16:13

Foto: Reprodução

Mensalão: Delúbio admite caixa 2 e nega compra de votos
O advogado Arnaldo Malheiros Filho descartou a possibilidade de Delúbio Soares ter participação no Mensalão por corrupção ativa. Malheiros foi o terceiro orador do dia a apresentar sua sustentação oral nesta segunda-feira (6.8), terceiro dia de julgamento da Ação Penal 470 que tem cobertura em tempo real do Olhar Jurídico.

Malheiros tentou provar que Delúbio não foi pivô da compra de votos em votação na Câmara. Mas admitiu, porém, que Delúbio operou caixa dois para bancar o financiamento de campanhas políticas de membros do PT e de partidos da base.

"Delúbio mexeu com dinheiro não contabilizado, de caixa dois, que é dinheiro ilícito, como ocorre em todo tipo de capanha política. Isto ele reconhece e admite, mas não atuou na compra de votos", sustentou.

Confira a matéria sobre a defesa de Delúbio Soares na íntegra.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet