Olhar Jurídico

Domingo, 21 de julho de 2024

Notícias | Civil

antes de julgar

Juiz manda Câmara se manifestar em ação de Edna para suspender sessão que gerou cassação

Foto: Reprodução

Juiz manda Câmara se manifestar em ação de Edna para suspender sessão que gerou cassação
O juiz Roberto Teixeira Seror, da 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, determinou que a Câmara Municipal de Cuiabá se manifeste em mandado de segurança em nome de Edna Sampaio (PT), vereadora cassada. O objetivo do mandado de segurança proposto por Edna é anular a sessão do dia seis de junho, que determinou a cassação.


Leia também
TJ mantém preso autor de chacina que matou 4 pessoas em garimpo ilegal

 
“Notifique-se-a, de forma pessoal, para que, no decêndio, manifeste-se sobre os termos da inicial e preste as informações que entender”, determinou o magistrado.
 
A Câmara de Vereadores de Cuiabá cassou, pela segunda vez, o mandato da vereadora Edna Sampaio, por quebra de decoro. O motivo é a denúncia de que ela estaria envolvida em um suposto esquema de desvio da verba indenizatória da sua chefe de gabinete.
 
Foram 19 votos favoráveis e 5 ausências. A parlamentar não compareceu no plenário para fazer a defesa. Em outubro do ano passado, Edna teve o mandato cassado, mas a cassação foi anulada pela Justiça e a vereadora voltou à câmara. Neste ano, uma nova comissão processante foi aberta.
 
Após manifestação da Câmara Municipal, o juiz Roberto Teixeira Seror, da 1ª Vara Especializada da Fazenda Pública de Cuiabá, examinará o requerimento sobre possível anulação da sessão.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet