Olhar Jurídico

Segunda-feira, 15 de julho de 2024

Notícias | Criminal

crime em Cuiabá

Dupla envolvida na morte de subtenente em distribuidora tem prisão mantida pela Justiça

Foto: reprodução

Dupla envolvida na morte de subtenente em distribuidora tem prisão mantida pela Justiça
A juíza Monica Catarina Perri Siqueira indeferiu pedido de liberdade de Ivo Rogério Pereira da Silva e Walter da Cunha Figueiredo, que foram presos acusados de ter envolvimento no assassinato do subtenente da Polícia Militar, Everaldo Rodrigues Alves, de 46 anos. O agente foi morto em frente a uma distribuidora do bairro Pedra 90, em Cuiabá, com vários tiros na cabeça, em 2020.


Leia também
MP aciona Justiça contra responsável por corante azul em cachoeira para chá revelação e pede indenização de R$ 90 mil


Segundo a magistrada, não foi encontrado nenhum fato novo nos autos do processo para que a prisão cautelar dos réus seja revogada.

"Nos termos do artigo 316, parágrafo único, do CPP, analisei os autos acima mencionados, especificamente quanto aos fundamentos da prisão cautelar dos réus, e constatei que não houve nenhum fato novo capaz de revogá-las, razão pela qual a ratifico integralmente nos termos da decisão de pronuncia", disse a juíza.

Everaldo foi executado no dia 29 de agosto de 2020 enquanto estava em um estabelecimento com a companheira. Três homens teriam importunado a mulher. O policial não gostou do assédio e começou a discutir com os criminosos.

Na briga, os bandidos tomaram a arma de Everaldo. Dois seguraram o agente e o terceiro efetuou vários tiros na cabeça do subtenente. A polícia foi acionada e durante as primeiras horas após o crime, militares conseguiram encontrar um envolvido.

Ele seria um dos acusados de segurar o militar. Em setembro daquele ano, Walter se apresentou na Delegacia de Homicídios e Proteção a Pessoa (DHPP) e Ivo acabou sendo preso.

Ivo é apontado como o homem que efetuou os tiros.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet