Olhar Jurídico

Sábado, 13 de julho de 2024

Notícias | Criminal

outro será analisado

Prisão de envolvido em duplo homicídio durante festa de aniversário é mantida

Foto: reprodução

Prisão de envolvido em duplo homicídio durante festa de aniversário é mantida
Márcio Ferreira teve a prisão mantida ao passar por audiência de custódia na manhã desta quarta-feira (24). Conforme a juíza Milena Ramos de Lima apontou, a prisão foi feita regularmente. Ele foi preso por envolvimento no duplo homicídio que ocorreu no último final de semana, em Peixoto de Azevedo (653 km de Cuiabá).


Leia também
Envolvido em duplo homicídio durante festa de aniversário alega ter sido ameaçado por mãe e filho armados


O homem, que é marido de Inês Gemilaki e padrasto de Bruno Gemilaki, estava com um mandado de prisão expedido contra ele.

Márcio foi preso com o irmão dele, Eder Gonçalves, em Alta Floresta, na terça-feira (23).

Eder, que confessou ter envolvimento no crime, também passou por audiência de custódia, mas não tinha nenhum mandado de prisão em desfavor dele. Por este motivo, a magistrada declarou incompetência e determinou a remessa dos autos para a 2ª Vara da Comarca de Peixoto de Azevedo.

Entenda o caso

No dia 21 de abril,  Inês, seu filho Bruno Gemilaki e Eder invadiram a casa onde estava acontecendo um aniversário e efetuaram disparos contra várias pessoas.

Pilson Pereira da Silva e Rui Luiz Bogo foram baleadas e morreram no imóvel. Um padre também foi atingido, mas passa bem. Ainda conforme a Polícia Civil, o verdadeiro alvo dos criminosos não foi atingido.

Márcio, que é companheiro de Inês, ficou aguardando os comparsas em um veículo próximo ao imóvel. Durante a fuga, Inês e Bruno foram flagrados comprando algumas cervejas em uma conveniência. A motivação do crime foi a briga pelo aluguel de um imóvel.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet