Olhar Jurídico

Quarta-feira, 24 de julho de 2024

Notícias | Eleitoral

candidatos ao Senado

Tribunal derruba propaganda de Neri que aponta crescimento de “1.000%” do património de Wellington Fagundes

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Tribunal derruba propaganda de Neri que aponta crescimento de “1.000%” do património de Wellington Fagundes
Juiz auxiliar da propaganda eleitoral, Sebastião de Arruda Almeida concedeu liminar no dia 18 de setembro para derrubar propaganda de Neri Geller (PP) que questionava suposto aumento de “1.000%” do património de Wellington Fagundes (PL). Ambos os nomes concorrem ao Senado no pleito de 2022.


Leia também 
TRE manda site remover matéria contendo fake news contra o governador Mauro Mendes

 
A mesma propaganda salientava ainda que a família de Wellington tem 14 emissores de rádio de TV. “Wellington tem 32 anos na política e quer mais oito no Senado”, trazia peça publicitária.
 
Na ação, Fagundes argumentou que o conteúdo é “incontroversamente inverídico, carregado de estratégia baixa e vil do Representado, que busca, por estar atrás nas pesquisas, se valer de tática sorrateira”.
 
Em sua decisão, magistrado salientou que Neri Geller “se valeu de montagens e trucagens com a inserção de falas descontextualizadas, tentando atribuir ao candidato representante possível enriquecimento ilícito, desobrigando qualquer juízo de valor por parte do leitor”.
 
“Em face do exposto, com esteio no art. 300 do Código de Processo Civil, concedo a liminar vindicada, para determinar à parte representada que proceda a retirada do vídeo veiculado como inserção-propaganda eleitoral, constante desta Representação, em até 24 (vinte e quatro) horas, sob pena de multa diária que fixo em R$ 10.000,00”.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet