Olhar Jurídico

Domingo, 14 de agosto de 2022

Notícias | Civil

Arca de Noé

Filho de ex-deputado morto em acidente na BR-163 passa a responder por processo sobre desvio na ALMT

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Filho de ex-deputado morto em acidente na BR-163 passa a responder por processo sobre desvio na ALMT
A juíza Célia Regina Vidotti, da Vara Especializada em Ações Coletivas, declarou a habilitação do espólio do ex-deputado estadual e ex-prefeito de Rondonópolis, Herminio Barreto, em processo proveniente da Operação Arca de Noé que cobra ressarcimento de R$ 128 mil por atos ilícitos na Assembleia Legislativa (ALMT). Com a decisão, Eder Pereira Barreto, filho do ex-parlamentar, responderá pelo processo.

Leia também 
Instituto processa Toyota, Nissan, Fiat e Volkswagen requerendo indenização de R$ 7 mil a cada consumidor por 'airbags mortais'

 
Segundo ação, atos ilícitos foram cometidos através da emissão e pagamento com cheques para empresas inexistentes ou irregulares. O caso específico do processo trata sobre 21 cheques nominais à empresa Casa dos Esportes Varzeagrandense Ltda.
 
Quando da propositura da ação, foram processados ainda  José Riva, Humberto Bosaipo, Hermínio Barreto, Silval Barbosa, Guilherme da Costa Garcia, Nivaldo de Araújo, Geraldo Lauro e Juracy Brito. Herminio Barreto faleceu em acidente na BR-163, no ano de 2018.
 
O inventariante e representante do espolio, embora regularmente citado, não apresentou contestação, o que faz incidir revelia. “Assim, diante da ausência de resposta e havendo documentos nos autos que comprovam suficientemente a qualidade de Eder Pereira Barreto como representando do espolio de Herminio Barreto, a procedência da habilitação é medida que se impõe”.
 
“Diante do exposto, declaro habilitado de Eder Pereira Barreto  como representante do espólio de Herminio Barreto”, finalizou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet