Olhar Jurídico

Quarta-feira, 10 de agosto de 2022

Notícias | Eleitoral

Justiça Eleitoral

Defesa de Tigresa afirma que PT faz 'ouvidos moucos' e descumpre liminar que determinou filiação

Foto: Reprodução

Defesa de Tigresa afirma que PT faz 'ouvidos moucos' e descumpre liminar que determinou filiação
Advogados da atriz Ester Caroline, a Tigresa VIP, afirmaram ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT) que o Partido dos Trabalhadores (PT) não está cumprindo decisão liminar que determinou filiação na sigla. Peça comunicando o fato é de terça-feira (21).

Leia também 
Mendes tenta derrubar lei que veda a eliminação de classificados abaixo do quantitativo de vagas em concursos

 
Segundo informado pelos advogados, em consulta realizada na terça junto ao Sistema de Gerenciamento de Informações Partidárias, da Justiça Eleitoral, “a postulante surpreendeu-se que não está filiada a nenhum órgão partidário”.
 
“O Partido dos Trabalhadores, reiteradamente nesse caso em específico, vem negando vigência aos dispositivos legais que regem a matéria, deixando não somente de cumprir a norma vigente, mas também, de cumprir determinação do Juízo Eleitoral, que determinou a filiação da Postulante a agremiação partidária Requerida”, salientou a defesa de Ester.
 
Ainda segundo defesa, o PT deixou de filiar a requerente na sigla mesmo após tomar ciência da decisão liminar, no dia 26 de maio de 2022, “fazendo ouvidos moucos” à determinação.
 
Ester requer, em caráter de urgência, que a Justiça determine ao Partido dos Trabalhadores, para que promova a filiação no prazo de 24 horas. Ainda, “que seja admitido e inserido o seu nome para apreciação dos correlegionários na convenção do partido que irão disputar o cargo eletivo de Deputado Estadual, sob pena de lhe ser arbitrado multa diária, pelo Juízo, em razão da desobediência de ordem judicial”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet