Olhar Jurídico

Quarta-feira, 25 de maio de 2022

Notícias | Civil

ação de execução

Perícia aponta que assinatura em nota promissória de R$ 1,1 milhão é de ex-esposa de Mauro Savi

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Perícia aponta que assinatura em nota promissória de R$ 1,1 milhão é de ex-esposa de Mauro Savi
Perícia apresentada à Justiça no dia 17 de novembro aponta que assinatura que consta em nota promissória de R$ 1,1 milhão é convergente com a assinaturas de Dilair Salete Daroit, ex-esposa do deputado estadual Mauro Savi.

Leia também
Joias de ex-esposa de Mauro Savi são penhoradas para pagar dívida de R$ 1,3 milhão
 

Ação de execução proposta pelo advogado Izonel Pio, representante da empresa Miranda Incorporadora e Locadora de Máquinas, em face de Dilair cobra o pagamento de nota promissória de R$ 1,1 milhão, atualizada em 2018 para R$ 1,372 milhão.
 
A executada chegou a apresentar recurso afirmando que nunca assinou referida Nota Promissória, e por tal sustenta a nulidade da execução. “A assinatura da avalista constante na Nota Promissória é falsa, pois como dito anteriormente não foi a mesma quem assinou, destacando inclusive, que sequer foi reconhecido firma da referida assinatura”, afirmou em trecho do recurso.
 
Laudo pericial confrontou a assinatura da nota promissória com assinaturas padrões de Dilair Salete Daroit.   Segundo exposto, não foram encontrados indícios ou vestígios de alteração documental na nota periciada. A análise nas assinaturas autênticas revelou algumas variações na escrita da autora, de maneira que algumas firmas padrões apresentaram algumas características divergentes. Porém essas diferenças são justificáveis, por serem consideradas variações naturais.
 
“Conforme demonstrado no corpo deste laudo, o exame dos escritos questionados e dos padrões gráficos revelou diversas características convergentes. Essas convergências indicam que as características gráficas da escrita questionada são totalmente compatíveis com os hábitos gráficos identificados nos padrões, não havendo indícios de que tenham sido produzidos por outra pessoa”, diz trecho do documento.
 
Ciente da perícia, o advogado Izonel Pio requer a homologação do laudo, julgando improcedente o recurso da executada. A execução vai seguir com os atos expropriatórios, para o recebimento integral da execução
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet