Olhar Jurídico

Sábado, 23 de outubro de 2021

Notícias / Civil

covid-19

MPE investiga servidores e terceirizados da Saúde que recusam vacinação

Da Redação - Arthur Santos da Silva

13 Out 2021 - 11:35

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

MPE investiga servidores e terceirizados da Saúde que recusam vacinação
O promotor de Justiça Alexandre de Matos Guedes, membro do Ministério Público de Mato Grosso (MPE), abriu inquérito para investigar servidores públicos que atuam administrativamente nas unidades do Sistema Público de Saúde e estão se recusando a receber vacina contra covid-19.

Leia também 
Magistrado defere compartilhamento de provas em ação sobre compra de vaga no TCE

 
Segundo portaria de abertura, empregados terceirizados também estão sob investigação. Conforme o promotor, as supostas irregularidades podem gerar prejuízos à saúde pública. Inquérito se baseia em reclamação anônima registrada pela Ouvidoria do Ministério Público.
 
Reclamação manifestou preocupação quanto a servidores administrativos da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) em retornar às atividades presenciais, especificamente quanto aos profissionais que se recusam a receber a vacina.

Portaria de abertura do inquérito foi assinada pelo promotor Alexandre de Matos Guedes no dia primeiro de outubro. 
 
A Secretaria de Estado de Saúde (SES) notificou, até a tarde de terça-feira (12), 541.139 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 13.859 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.
 
Foram notificadas 59 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 541.139 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.144 estão em isolamento domiciliar e 524.474 estão recuperados. 
 
Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (112.175), Várzea Grande (39.156), Rondonópolis (38.085), Sinop (26.110), Sorriso (18.327), Tangará da Serra (17.771), Lucas do Rio Verde (15.678), Primavera do Leste (14.741), Cáceres (11.876) e Barra do Garças (10.573).
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet