Olhar Jurídico

Segunda-feira, 06 de dezembro de 2021

Notícias | Criminal

15 dias para responder

Desembargador manda notificar em SP promotor acusado de vazar interceptações

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Desembargador manda notificar em SP promotor acusado de vazar interceptações
O desembargador Orlando Perri, membro do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), determinou a expedição de carta precatória à Comarca de Marília, São Paulo, com a finalidade de promover a notificação pessoal do promotor de Justiça Marco Aurélio de Castro, acusado de quebrar segredo e vazar interceptação telefônica. Após notificação, o membro do MPE tem 15 dias para responder acusação.

Leia também 
Justiça condena aplicativo de entrega a indenizar pizzaria que teve nome usado em golpe

 
Segundo apurado pela reportagem, o promotor está em tratamento médico em SP. Então coordenador do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco), Marco Aurélio de Castro teria repassado a terceiros áudios captados em interceptação de comunicações telefônicas à qual teve acesso em razão do cargo que ocupava.
 
Na ocasião da Operação Ouro de Tolo, contra a ex-primeira-dama Roseli Barbosa, o desembargador Marcos Machado teve conduta questionada após divulgação de uma escuta telefônica com Silval Barbosa.
 
Os áudios obtidos junto ao Ministério Público foram expostos pela TV Centro América. A reportagem veiculou um diálogo suspeito entre as partes, gerando especulações sobre possível favorecimento.
 
“Com a resposta, se forem apresentados novos documentos, dê-se vista à PGJ para sobre eles se manifestar, em cinco dias”, finalizou Orlando Perri, ao determinar a notificação.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet