Olhar Jurídico

Segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Notícias / Civil

AMAM

Associação pede reajuste de auxílio alimentação aos juízes de Mato Grosso

Da Redação - Arthur Santos da Silva

27 Jul 2021 - 10:13

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Associação pede reajuste de auxílio alimentação aos juízes de Mato Grosso
A Associação Mato-grossense dos Magistrados apontou defasagem e requereu ao Tribunal de Justiça (TJMT) que seja implementado reajuste do auxílio alimentação aos juízes, correspondendo a 5% do subsídio pago. Caso deferido, novo valor trará gasto mensal de R$ 447 mil.
 
Leia também
Justiça Estadual decreta falência da empresa TUT Transportes


Conforme o presidente da AMAM, Tiago Abreu, o auxílio alimentação está previsto em resolução do Conselho Nacional de Justiça (CNJ). “É sabido que houveram sensíveis alterações no custo de vida do brasileiro, mormente em virtude da inflação e das sucessivas altas dos alimentos básicos, gás de cozinha e energia elétrica, etc, portanto, evidente que o auxílio alimentação está defasado”, salientou.
 
“Nesse norte, solicitamos a majoração do valor do auxílio para o valor equivalente a 5% do subsidio, conforme hoje é pago o auxílio saúde, visto que se não repõe todas as perdas inflacionárias, certamente ameniza o orçamento doméstico dos magistrados matogrossensses”, complementou.
 
Tiago Abreu destacou ainda que o atual auxílio do TJMT, estabelecido em R$ 1,055, está em descompasso aos demais tribunais brasileiros. “Sem embargo, o pagamento do auxílio nesse novo patamar, ou seja, ao equivalente a 5% do subsidio, além de repor o déficit inflacionário irá prestigiar a isonomia entre o TJMT e os demais Tribunais de Justiça”.
 
Ao Olhar Jurídico, o presidente da AMAM destacou que seu requerimento ainda não foi julgado pela presidente do Tribunal de Justiça, Maria Helena Póvoas.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet