Olhar Jurídico

Terça-feira, 05 de julho de 2022

Notícias | Criminal

crime na Limpurb

Acusada de desviar R$ 1,4 milhão usará tornozeleira para cumprir prisão domiciliar

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Acusada de desviar R$ 1,4 milhão usará tornozeleira para cumprir prisão domiciliar
A Sétima Vara Criminal de Cuiabá, especializada em combater o crime organizado, converteu em domiciliar a prisão preventiva decretada em face de Patrícia Alves de Oliveira Navarros, alvo da Operação Chave de Ouro, deflagrada pela Delegacia Especializada de Combate a Corrupção (Deccor), da Polícia Civil, para apurar o desvio de aproximadamente R$ 1,4 milhão dos cofres da Empresa Cuiabana de zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb).

Leia também 
Servidora e ex-diretor geral da Limpurb estão entre alvos de operação que apura desvio de R$ 1,4 milhão

 
Foram impostas a seguintes medidas cautelares: comparecimento a  todos os  atos do  processo para  os  quais for  intimada; proibição de manter  contato com os  demais investigados  por qualquer meio de  comunicação  ou  interposto  pessoa; monitoração  eletrônica.
 
A presa  não poderá se ausentar da residência, salvo para participar de atos judiciais, ou  para  oferecer  assistência  aos  seus  filhos  menores  de 12 anos, devendo apresentar  atestado ao  juízo  da  causa no  prazo  de 24 horas. Patrícia Alves foi alertada de que o descumprimento das medidas impostas poderá ocasionar a revogação da prisão domiciliar.
 
A servidora foi presa em Florianópolis (SC) e chegou a ocupar o cargo de diretora financeira da empresa na época dos fatos. A suspeita de transações financeiras ilegais foi observada a partir de um trabalho de auditoria feito pela Controladoria Geral do Município (CGM) e pela Limpurb, que em dezembro de 2020, apresentou denúncia contra Patrícia na Deccor.
 
Segundo a Polícia Civil, durante o cumprimento da prisão, a casa de Patrícia também foi alvo de um mandado de busca e apreensão. Computadores e documentos foram apreendidos e vão servir para enriquecer a investigação da Operação Chave de Ouro, que apura o desvio.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet