Olhar Jurídico

Segunda-feira, 26 de julho de 2021

Notícias / Criminal

Agência Reguladora

Servidores da Ager são denunciados por cobrança de até R$ 4 mil para não fiscalizar ônibus

Da Redação - Arthur Santos da Silva

19 Fev 2021 - 14:44

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Servidores da Ager são denunciados por cobrança de até R$ 4 mil para não fiscalizar ônibus
O Ministério Público de Mato Grosso (MPE) denunciou nesta sexta-feira (19) dois fiscais da Agência Reguladora de Serviços Delegados do Estado de Mato Grosso (Ager) acusados de corrupção passiva. Segundo os autos, ambos solicitaram vantagem financeira para não executar fiscalização.

Leia também 
STJ dá provimento a recurso que contesta Vara Especializada da Saúde

 
Em três oportunidade, nas proximidades do Posto 10, na cidade de Diamantino, Oneildo Vieira Ponde e José Guilherme dos Santos, no exercício de função, durante a fiscalização do serviço público delegado de transporte de passageiros, solicitaram, para ambos, vantagem indevida. Valores variaram entre R$ 100 e R$ 4 mil.
 
Segundo o Ministério Público de Mato Grosso, após o recebimento, ambos deixaram de praticar ato de ofício consistente na fiscalização dos demais ônibus da empresa “Grupo Gold”. Há pedido de afastamento em nomes de José Guilherme dos Santos. Conforme os autos, Oneildo Vieira Ponde já está afastado.
 
“Requer -se, por conseguinte, que recebida a presente, seja procedida a citação dos acusados para oferta de resposta escrita nos termos do rito ordinário do Código de Processo Penal (artigos 394/405), sejam ouvidas testemunhas e vítima, bem como, realize -se o regular interrogatório, para acompanhamento da ação até seu final julgamento com posterior condenação”, diz trecho do processo.
 
Caso aguarda julgamento na Sétima Vara Criminal de Cuiabá.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet