Olhar Jurídico

Sábado, 16 de janeiro de 2021

Notícias / Eleitoral

Justiça suspende propaganda de Abílio que desrespeita normas para divulgação de pesquisa

Da Redação - Arthur Santos da Silva

26 Nov 2020 - 14:48

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Justiça suspende propaganda de Abílio que desrespeita normas para divulgação de pesquisa
O juiz Geraldo Fidelis, da 1ª Zona Eleitoral de Cuiabá, acatou pedido liminar do prefeito em busca de reeleição, Emanuel Pinheiro (DMB), e determinou que o também candidato, Abílio Junior (Podemos), pare de divulgar propaganda com informações de pesquisa eleitoral em desconformidade com legislação.

Leia também 
Maria Helena Povoas é eleita presidente do Tribunal de Justiça de Mato Grosso

 
A citada propaganda afirmava: “Pesquisa ibope confirma vitória de Abílio e Wellaton. Abílio aparece como 54 % dos votos válidos, contra 46 % de Emanuel. É o povo dizendo não à corrupção. Chega de corrupção. O povo de Cuiabá não merece prefeito corrupto, precisamos de inovação! Chega de Emanuel, chega de corrupção agora é Abílio”.
 
Na divulgação de pesquisas, é necessário informar o período de realização da coleta de dados, a margem de erro, o nível de confiança, o número de entrevistas, o nome da entidade ou da empresa que a realizou e, se for o caso, de quem a contratou, além do número de registro da pesquisa.
 
A mesma ação questionava o fato de Abílio dizer que tirou “11 paus mandados” da Câmara Municipal de Cuiabá. Seu candidato a vice, Wellaton complementa na peça: “agora falta o chefe do bando, que já virou réu na Justiça Federal”.
 
Segundo Fideles. a expressão “chefe do bando” e imputar aos vereadores não reeleitos a pecha de “paus mandados” extrapola a razoabilidade.
 
“Ante o exposto, concedo a tutela de urgência, para determinar a notificação dos representados Abilio Jacques Brunini Moumer e Felipe Tanahashi Alves, candidatos a prefeito e a vice do Município de Cuiabá neste pleito, para que, promovam a imediata retirada do material combatido”, decidiu o magistrado.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet