Olhar Jurídico

Quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Notícias / Eleitoral

Emanuel Pinheiro pede que Abílio retire do ar postagem sobre delação de Riva e mensalinho

Da Redação - Arthur Santos da Silva

05 Out 2020 - 09:24

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Emanuel Pinheiro pede que Abílio retire do ar postagem sobre delação de Riva e mensalinho
Prefeito de Cuiabá em busca de reeleição, Emanuel Pinheiro (MDB) propôs representação eleitoral em face de Abílio Junior (Podemos), também candidato no pleito municipal, por suposta propaganda irregular na internet.

Leia também
Ex-agente tenta voltar ao serviço público após ser inocentado por fuga do pistoleiro de Arcanjo

 
Segundo os autos, no dia 24 de setembro Abílio postou em sua página mantida no Facebook uma vídeomontagem de suposta delação do ex-deputado estadual José Riva, contendo uma foto de Emanuel. Na fotografia, Emanoel e Riva conversam na Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (ALMT).
 
Ainda conforme os autos, a publicação traz a seguinte mensagem: “Urgente, vazou!! Riva delata propina para Emanuel Pinheiro”. Segundo os advogados de Emanuel, tal publicação não menciona fontes ou sequer revela através de quais meios o candidato representado obteve as informações.
 
“A mensagem publicada ultrapassa o senso de crítica à atuação ou as pretensões políticas do candidato pela coligação Representante, às quais estão sujeitas as pessoas públicas, e atingem conotação agressiva, degradante, ridicularizante e de caráter ofensivo à sua honra, pois passa a clara ideia de que ele estaria envolvido com atividades ilícitas”, afirma a defesa de Emanuel.
 
O prefeito em busca de reeleição requer que seja recebida a representação, determinando a remoção da publicação. Né mérito, a há requerimento para aplicação de multa de até R$ 30 mil.
 
O caso foi distribuído para a 1ª Zona Eleitoral de Cuiabá e aguarda julgamento.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet