Olhar Jurídico

Sábado, 05 de dezembro de 2020

Notícias / Criminal

Conselheiro preso após ser flagrado descartando provas é solto pelo STF

Da Redação - Vinicius Mendes

01 Ago 2020 - 09:05

Foto: Reprodução

Conselheiro preso após ser flagrado descartando provas é solto pelo STF
O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, concedeu liberdade ao conselheiro afastado do Tribunal de Contas (TCE-MT), Waldir Teis, em decisão da noite desta sexta-feira (31). Teis foi preso no dia 1º de julho, após o episódio em que foi flagrado descendo 16 andares do prédio onde funciona seu escritório, para descartar provas.

Leia mais:
Vídeo mostra momento em que conselheiro afastado tenta se livrar de cheques; Assista

A petição foi feita pelo escritório do advogado Rodrigo Mudrovitsch. De acordo com a defesa, a decisão que concedeu a prisão domiciliar foi proferida na noite de ontem (31), mas como ainda aguardam a expedição dos ofícios o conselheiro ainda não saiu da cadeia. 

Waldir Teis deve ser solto ainda neste final de semana. A ordem para a prisão foi proferida pelo ministro Raul Araújo, relator da Operação Ararath no Superior Tribunal de Justiça (STJ) e teve como base relatório da Polícia Federal. O fato ocorreu no dia 17 de junho, mas a prisão só foi cumprida no dia 1º de julho.

A defesa havia justificado que Teis destruiu documentos para proteger sua família. Segundo o advogado que patrocina a defesa de Waldir Teis, Diógenes Curado, os documentos manipulados pelo conselheiro não apontavam crimes, mas poderiam citar membros de sua família.

O dia do crime
 
Em 17 de junho, cumprindo as medidas cautelares autorizadas pelo STJ, policiais federais e membros do MPF estiveram em 19 endereços ligados aos investigados da Operação Ararath.
 
 Durante as buscas no escritório do conselheiro do TCE, no Edifício Maruanã, a Polícia Federal flagrou o investigado tentando destruir cheques assinados em branco e canhotos de cheques, jogando-os na lixeira do prédio, depois de descer correndo 16 andares de escada.

 A tentativa do conselheiro foi filmada e fotografada. Ele foi denunciado na terça-feira (30) pela conduta que levou à prisão preventiva.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet