Olhar Jurídico

Terça-feira, 29 de setembro de 2020

Notícias / Civil

Marcada conciliação em processo que bloqueou R$ 805 mil de acusada por morte de cantor

Da Redação - Arthur Santos da Silva

14 Fev 2020 - 11:46

Foto: Reprodução

Marcada conciliação em processo que bloqueou R$ 805 mil de acusada por morte de cantor
O juiz Yale Sabo Mendes marcou audiência de conciliação para o dia oito junho em ação de indenização movida contra a bióloga Rafaela Screnci da Costa Ribeiro, acusada pela morte do cantor Ramon Alcides Viveiros em acidente registrado próximo à boate Valley, na cidade de Cuiabá.

Leia também 
Tribunal Superior Eleitoral nega reclamação para antecipar eleição suplementar ao Senado

 
O crime ocorreu no dia 23 de dezembro de 2018, na Avenida Isaac Póvoas. Antes de marcar a audiência, Yale acatou pedido liminar e determinou bloqueio de bens em face da parte acionada no valor de R$ 805 mil.
 
Rafaela Screnci também é denunciada, em processo que pode levar a júri popular, por crime de homicídio na modalidade de dolo eventual (por duas vezes) e homicídio tentado.

Na ocasião do acidente, a denunciada atropelou Mylena de Lacerda Inocêncio, Ramon Alcides Viveiros e Hya Giroto Santos, causando a morte das duas primeiras vítimas e gravíssimas lesões corporais na terceira.

Ao dirigir em notório estado de embriaguez e em velocidade acima do permitido, conforme o MPE, a acusada Rafaela Screnci assumiu o risco de produzir o resultado morte.
 
O bloqueio de bens já decretado atinge ainda o pai de Rafaela Screnci, também acionado na ação de indenização. 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet