Olhar Jurídico

Sexta-feira, 22 de novembro de 2019

Notícias / Criminal

Por falta de provas, MP arquiva investigação contra vereador

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

07 Nov 2019 - 18:15

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Por falta de provas, MP arquiva investigação contra vereador
A investigação que partiu de uma denúncia anônima sobre o envolvimento do vereador Adevair Cabral (PSDB) na promoção de prostituição de menores,  na sede reativa da Associação dos Servidores da Prefeitura de Cuiabá (Aspe), foi arquivada pelo Ministério Público Estadual (MPE).

Leia também
Vereador de Cuiabá é investigado por crime contra a dignidade sexual e corrupção de menores


O arquivamento aconteceu por falta de provas. O MPE chegou a ir até a sede do clube e conversou com funcionários, que garantiram que não há registro de festas nos últimos meses e que os eventos relatados na denuncia podem ter acontecido em uma residência vizinha.

A denúncia anônima foi apresentada pela primeira vez em 31 de agosto de 2017, e nela também era acusado o Clube Aspe, além de Jaburitã Francisco Nunes.

Diante das faltas de provas, o MP resolveu arquivar as investigações contra o vereador, que também está sendo alvo de uma denúncia de assédio sexual contra uma ex-servidora da prefeitura de Cuiabá.

Na última terça-feira (5), durante sessão da Câmara Municipal, o vereador disse que mandou seus advogados se informarem sobre a denúncia e que nenhuma investigação foi localizada em curso.

Ao Olhar Direto, o parlamentar disse que a denúncia era falsa. “Não sei de onde tirou isso. Por que que não foi investigado? Investiga, manda investigar. Por que não foi investigado até hoje? Isso é complô contra mim”, afirmou.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet