Olhar Jurídico

Segunda-feira, 16 de setembro de 2019

Notícias / Eleitoral

PSL afirma que Fávaro desrespeita soberania popular ao pedir diplomação no lugar de Selma

Da Redação - Arthur Santos da Silva

21 Ago 2019 - 11:18

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

PSL afirma que Fávaro desrespeita soberania popular ao pedir diplomação no lugar de Selma
Advogados do Partido Social Liberal (PSL), sigla da senadora Selma Arruda, cassada no Tribunal Regional Eleitoral (TRE), apresentaram na terça-feira (20) manifestação contra pedido do ex-vice-governador de Mato Grosso, Carlos Fávaro, político que deseja assumir imediatamente a cadeira em Brasília. Nas eleições de 2018, Fávaro conseguiu a terceira colocação na disputa por duas vagas.

Leia também 
Selma Arruda ingressa com recurso para reverter no TSE cassação do mandato

 
O TRE, por unanimidade, cassou em abril de 2019 o mandato de Selma e de seus suplentes, Gilberto Eglair Possamai e Clérie Fabiana Mendes, por uso de caixa 2 e abuso de poder econômico nas últimas eleições. Para o tribunal, ficou comprovado que a senadora efetuou gastos acima do permitido, o que teria prejudicado o resultado do pleito, bem como pagou por despesas acima de R$ 1,2 milhão com dinheiro paralelo a conta bancária oficial, gerando o caixa 2.
 
A decisão colegiada determinou que, confirmada a cassação após o julgamento de eventual recurso pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), seria convocada a realização de novas eleições para a vaga ao cargo de senador. Carlos Fávaro recorre para modificação do que foi determinado, buscando sua diplomação.
 
Conforme os advogados do PSL, o requerimento do candidato derrotado em 2018 não deve ser acatado. “Em qualquer cenário que se possa imaginar, não seria admissível a assunção ao cargo do terceiro colocado na cadeira de Senador, como pleiteiam os ora Recorrente, medida manifestamente contrária às alterações promovidas pela minirreforma eleitoral”, afirmam.
 
“As ações promovidas contra a senadora Selma e o pedido contido no recurso ordinário dos ora recorrentes confirmam o que se vem expondo desde o início da tramitação do feito: os vencidos não se conformam com o resultado obtido nas urnas, buscando, de todas as formas, retirar o mandato legitimamente conferido pelos cidadãos à senadora Selma, o que se mostra inadmissível”, complementam os advogados do partido.
 
O recurso de Carlos Fávaro ainda será julgado. Não há data definida. Manifestação do PSL será levada em conta para decisão. A manifestação é assinada pelas advogadas Karina de Paula Kufa, Thalita Abdala Aris.

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Ze Mane
    21 Ago 2019 às 21:21

    Ta certo... A jovem senhora senadora co.etwu crime grave... Ou agora crime pra quem é desse grupinho deixou de ser crime também? Se fosse outro seria a mesma coisa... Justiça! Favaro já... Selma na cadeia... Assim o Brasil avança!

  • Marco Domingues
    21 Ago 2019 às 18:00

    Solicitação mais que legítima. Se a candidata Selma tentou ganhar no tapetão, ou por ter burlado a lei, QUEM DESRESPEITOU a sociedade FOI ELA, QUEM DESMERECE O CARGO É ELA, e nao FAVARO, que LEGITIMAMENTE estando em SEGUNDO LUGAR, merece, por DIREITO e espontaneidade legal da população, assumir a cadeira vazia. Convocar novas eleições é PENALIZAR a população DUAS VEZES, visto que já PAGAMOS - e CARO - por esta consulta.

  • GILMAR RODRIGUES DE BRITO
    21 Ago 2019 às 14:37

    tamos juntos meu senador .ela ja foi cassada agora ja esta na hora do senhor asumir logo essa selma ja deu ,justiça muito lenta mais ainda acredito na posse do senador favaro de mt

  • Romulo Botelho
    21 Ago 2019 às 14:26

    Melhor deixar a Selma no lugar. Esse vai ser outro Jayme e Fagundes da vida. Um atraso pra MT.

  • MARIA TAQUARA
    21 Ago 2019 às 12:53

    ele está certo em correr atrás do que acredita estar certo, ainda mais quando o mandato da Selma está cassado pelo TRE... quem sabe assim o TSE agiliza e não resolve essa pendência tardiamente, sem enrolação.

  • Emilio Camargo
    21 Ago 2019 às 12:06

    E a senhora, que foi cassada por desrespeitar a lei?

  • Pedro Coelho
    21 Ago 2019 às 12:05

    Uma correção: PSL, Partido Social Liberal

  • joaoderondonopolis
    21 Ago 2019 às 12:03

    Pedir diplomação no lugar de Selma. Isto é brincanagem de mal gosto, eu quando tinha 8 anos também tinha esta ideia só não tinha dinheiro.

  • Antônio
    21 Ago 2019 às 11:49

    É o tipico perdedor que não admite a derrota... parece que foi criado com a avó... toma vergonha cara...

Sitevip Internet