Olhar Jurídico

Sábado, 14 de dezembro de 2019

Notícias / Criminal

Paira uma nuvem sombria sobre o Ministério Público, afirma presidente da OAB-MT

Da Redação - Arthur Santos da Silva

14 Jul 2019 - 15:50

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Paira uma nuvem sombria sobre o Ministério Público, afirma presidente da OAB-MT
Presidente da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Mato Grosso (OAB-MT), Leonardo Campos considera que “paira uma nuvem sombria” sobre o Ministério Público (MPE) quando o assunto é o esquema de interceptações clandestinas investigadas no caso conhecido como “grampolândia pantaneira”.

Leia também
Naco nega intenção de afastar Perri da grampolândia: ‘está bastante apaixonado pelo caso, pode dormir tranquilo’

 
A provocação é endereçada ao procurador de Justiça Domingos Sávio, coordenador do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco) Criminal. A Justiça de Mato Grosso) negou retirar três Procedimentos Investigatórios Criminais (PICs) contra promotores suspeitos de interceptações telefônicas ilegais dos autos de um notícia-crime oferecida pela OAB.
 
“O Ministério Público precisa dizer o motivo que ele não quer que a OAB acompanhe. E que não me venha com argumentos jurídicos. Esses já foram superados. Os argumentos jurídicos já estão conhecidos”.
 
O desembargador Orlando Perri, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT), esclareceu que desmembrar os procedimentos contra membros do Ministério Público da notícia-crime seria o mesmo que investigar “às escuras, entre quatro paredes”.
 
Leonardo Campos explicou ainda que o objetivo da OAB é apenas acompanhar os desdobramentos. “A Ordem não quer investigar. O que a Ordem quer e estava fazendo é sugestão de diligência. Sugestão”.

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Alice Pantanal
    15 Jul 2019 às 09:18

    Quem diria que um dia a nobre OAB se tornaria um sindicato.

  • Caleb
    15 Jul 2019 às 08:16

    "Paira uma nuvem sombria sobre o Ministério Público, afirma presidente da OAB-MT" não só do MP, mas de todos os representantes, quer seja do executivo, legislativo e do judiciário, inclusive da OAB!

  • Márcio
    15 Jul 2019 às 01:05

    Não vejo esse interesse na hora de julgar advogados que cometem algo ilícito!

  • Thiago Rodrigues
    14 Jul 2019 às 21:35

    Nada contra nenhum dos 2, mas essa OAB so aparece em casos que da mídia, nunca vi ficar nesse mimimi em demais casos. Entendo que o desentendimento é institucional, mas a OAB como sempre querendo se aparecer pra fazer de conta que presta algum serviço.

  • Paulo
    14 Jul 2019 às 21:22

    MPE(MPF) 100% corporativismo o tapete deles é grande e profundo.

  • E o Caso do FAIAD?? Por que o Silencio Presidente?
    14 Jul 2019 às 20:07

    E o Caso do FAIAD?? Por que o Silencio Presidente?

  • Critico
    14 Jul 2019 às 19:40

    Parabéns PRESIDENTE, a sociedade cobra TRANSFERÊNCIA.

  • MARIA TAQUARA
    14 Jul 2019 às 16:37

    Confusão política é o que não faltou nos últimos anos em MT e as decisões do MPE-MT sempre foram questionáveis e claramente parciais... hora ou outra o cerco se fecha

  • Ares
    14 Jul 2019 às 16:03

    Será que o presidente da OAB conseguiria ser aprovado em um concurso de promotor de justiça?

Sitevip Internet