Olhar Jurídico

Sábado, 04 de abril de 2020

Notícias / Criminal

Delator reafirma entrega de dinheiro sujo a Guilherme e Permínio; ouça o depoimento completo

Da Redação - Arthur Santos da Silva

08 Jul 2019 - 09:05

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Ex-secretário Permínio Pinto

Ex-secretário Permínio Pinto

O Olhar Jurídico divulga depoimento prestado na terça-feira (2) pelo empresário e delator premiado na Operação Rêmora, Giovani Belatto Guizardi, dono da construtora Dínamo.
 
Leia também 
Consórcio VLT recorre contra decisão que chancelou rompimento de contrato


O arquivo, gravado durante audiência de instrução na Sétima Vara Criminal de Cuiabá, em processo proveniente justamente da Operação Rêmora, revela o contexto da organização criminosa que agia na Secretaria de Educação de Mato Grosso (Seduc).
 
Entre as informações prestadas por Giovani Belatto Guizardi está a acusação de que o ex-deputado estadual Guilherme Maluf recebeu dinheiro de propina no banheiro do Buffet Leila Malouf.
 
Giovani Belatto também afirmou que o ex-secretário de Educação de Mato Grosso, Permínio Pinto, recebeu propina paga em espécie em vários locais diferentes.
 
A peração Rêmora investigou esquema de fraudes em obras de reforma e construção de escolas que inicialmente estavam orçadas em R$ 56 milhões. Diversas empresas compunham, segundo o Ministério Público, cartel capaz de gerar favorecimentos e desvio de dinheiro público.
 
Giovani Belatto Guizardi  prestou depoimento na Sétima Vara em denúncia contra Alan Malouf, Permínio Pinto Filho, Fábio Frigeri, Wander Luiz dos Reis e Giovani Belatto Guizardi.

 

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Servidor
    08 Jul 2019 às 13:06

    Guilherme Malouf não deve ser o mesmo que a AL aprovou como homem de notável conhecimento Jurídico e conduta Ilibada e agora é um conselheiro do TCe ?

  • Emilio
    08 Jul 2019 às 10:37

    A Justiça como muita gente já estão careca de saber, pois tais fatos já foram divulgados há algum tempo. A quem de direito tomar providências cabíveis. Ou vai ficar por isso mesmo?

Sitevip Internet