Olhar Jurídico

Sexta-feira, 23 de agosto de 2019

Notícias / Eleitoral

Sebastião toma posse dia 12 após atuação de Selma junto a Bolsonaro

Da Redação - Arthur Santos da Silva

05 Jun 2019 - 10:02

Foto: Mayke Toscano/ Hipernotícias

Sebastião toma posse dia 12 após atuação de Selma junto a Bolsonaro
A cadeira do advogado Ulisses Rabaneda como juiz membro do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso (TRE), que está livre desde o término de seu biênio, em fevereiro deste ano, será ocupada no próximo dia 12 de junho pelo advogado Sebastião Monteiro.
 
Leia também 
Ex-advogado de Maggi, Sebastião Monteiro é nomeado novo juiz do TRE-MT por Bolsonaro


O jurista foi escolhido pelo presidente Jair Bolsonaro. Conforme apurado pela reportagem, a indicação se concretizou após pedido da senadora Selma Arruda (PSL). A escolha de Monteiro mostrou força da ex-juíza perante o Palácio do Planalto.
 
Enquanto esteve no Tribunal Eleitoral, Ulisses atuou como relator do processo que julgou as contas de campanha da senadora, reprovadas por unanimidade em janeiro deste ano. 
 
Embargos de declaração de Selma em relação ao resultado do julgamento ainda não foram examinados no TRE. A decisão deve acontecer somente após a posse do novo membro.
 
Além da prestação de contas, a senadora Selma Arruda teve seu mandato cassado pelo TRE após ter sido comprovado gastos ilegais de campanha.
 
Segundo o processo, durante o período vedado de campanha eleitoral, Selma contratou a Genius Produções e realizou marketing de campanha antes das convenções partidárias, em 5 de agosto de 2018. A contratação da empresa ocorreu em abril.
 
Os gastos de Selma violam a legislação eleitoral por praticar abuso de poder econômico.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cuiabano
    05 Jun 2019 às 17:10

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • hitler
    05 Jun 2019 às 15:18

    realmente os comentarios do Mario estão corretissimo.., Ulisses Rabaneda deveria ser impedido de atuar no caso.

  • Jesuína Moreira Neves
    05 Jun 2019 às 11:59

    Parabéns! Meu ex Prof.Sebastião Monteiro

  • Mario
    05 Jun 2019 às 11:05

    O advogado Ulisses Rabaneda, bem como os advogados Francisco Faiad, Artur Osti , Valber Melo e Renan Serra, fizeram parte da banca de defesa do ex-governador Silval Barbosa (PMDB) na ações penais decorrentes das cinco fases da Operação Sodoma. Todo Mundo sabe que Selma Arruda foi uma Juíza implacável contra o crime do colarinho branco, e esquemas de corrupção. No mínimo o Advogado Ulisses Rabaneda, deveria se declarar impedido de atuar no caso quando atuou no TRE. A Juíza Selma Arruda, colocou na cadeia Silval Barbosa , Riva e muitos figurões que se achavam intocáveis da política matogrossense. Assim contrariou e contraria muitos interesses. Mas a maioria do povo de mato grosso está com ela. Com certeza a condenação política será revertida.

Sitevip Internet