Olhar Jurídico

Quarta-feira, 22 de maio de 2019

Notícias / Criminal

Justiça autoriza progressão de regime e Silval Barbosa deixa prisão domiciliar

Da Redação - Arthur Santos da Silva

15 Mai 2019 - 15:50

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Justiça autoriza progressão de regime e Silval Barbosa deixa prisão domiciliar
O juiz Geraldo Fidelis, da Vara de Execução Penal de Cuiabá, concedeu nesta quarta-feira (15) progressão de regime ao ex-governador de Mato Grosso, Silval Barbosa. O político está autorizado a deixar a prisão domiciliar e cumprir pena em regime semiaberto diferenciado.

Leia também 
Ministro adia julgamentos sobre investigações contra Maggi geridas pelo Supremo


Conforme informações repassadas por Fidelis ao Olhar Jurídico, os termos da progressão de regime constam na delação premiada firmada pelo ex-governador no Supremo Tribunal Federal (STF). 

Os advogados Valber Melo e Filipe Broeto foram os responsáveis pelo pedido de progressão de regime. Eles salientavam que o reeducando estava apto ao semiaberto desde o mês de março.
 
Silval Barbosa cumprirá dois anos e seis meses no regime semiaberto diferenciado. Ele será monitorado por tornozeleira eletrônica, devendo se recolher das 22h às 6h durante os dias de semana, finais de semana e feriados. Audiência para comunicar a progressão de regime já está marcada para a próxima terça-feira (21).

Membro do Ministério Público (MPE), o promotor de Justiça Mauro Poderoso de Souza havia formulado parecer favorável ao pedido de progressão de regime do ex-governador.

Barbosa deixou o Centro de Custódia de Cuiabá após quase dois anos de prisão preventiva em consequência da Operação Sodoma, em junho de 2017 e desde então cumpria detenção domiciliar.

Ele firmou acordo de delação premiada e se comprometeu a devolver R$ 70 milhões ao erário.

7 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Nascimento
    16 Mai 2019 às 07:37

    Regime semi aberto com bolso cheio do DIN .. DIN .. no mínimo duvidoso é o premio pela ação ilegal.

  • Xandra
    16 Mai 2019 às 03:51

    Kkkkkkkk demorou. Ter que rir porque não tem mais jeito. É muita vergonha desse "Brasil" O crime definitivamente compensa.

  • Gladston
    15 Mai 2019 às 22:10

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Juarez lima
    15 Mai 2019 às 18:33

    Pelo jeito o crime compensa no Brasil. Agora vai desfrutar do bilhão desviado e rir da cara de todos. Chupa MT.

  • AVANÇA LOGO MT
    15 Mai 2019 às 18:09

    ELE DELATOU QUEM E QUEM FOI PRESO ATÉ AGORA ?? PORQUE ELE O RIVA E EMANUEL PINHEIRO E EDER, AINDA ESTÃO SOLTOS ?? ESTÃO SOLTOS ? E O GUILHERME MALUF QUANDO VÃO TIRAR DO TCE??

  • Creideanne Araujo
    15 Mai 2019 às 17:39

    Que top. Onde vai ser a comemoração??? Já quero ir ein. Bjs de luz

  • Di olho
    15 Mai 2019 às 16:52

    E depois falam que o crime não compensa.... Eita Brasil que não muda...

Sitevip Internet