Olhar Jurídico

Segunda-feira, 24 de fevereiro de 2020

Notícias / Eleitoral

Justiça deixa Jajah Neves inelegível e cassa mandato de irmão por "fraude" em santinhos

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo

22 Ago 2018 - 18:53

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Justiça deixa Jajah Neves inelegível e cassa mandato de irmão por
O suplente de deputado estadual Jajah Neves está inelegível e seu irmão Ademar Jajah, vereador de Várzea Grande, teve o mandato cassado em decisão unânime do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-MT), ocorrida no fim da tarde desta quarta-feira (22). Os dois são investigados pela distribuição de santinhos contendo a foto de ambos, induzindo o eleitor ao erro na disputa que elegeu Adermar Jajah.

Leia também
Bicheiro que fez acusações contra Arcanjo é intimado para explicar suposta agressão


Por seis votos a zero, os juízes entenderam que houve a fraude e decidiram pela cassação de Ademar Neves, eleito em 2016 com 2,4 mil votos, além de sua inelegibilidade. O seu irmão, Jajah Neves, que assumiu o mandato na Assembelia Legislativa por duas vezes no período de 2016 à 2018, também está inelegível.

Os juízes, além da fraude, também reconheceram abuso de poder político no caso, mas divergiram se houve o uso indevido de veículo de comunicação por parte dos irmãos.

A peça formulada pelo advogado Lenine Póvoas acusa Ademar Neves, dentre outras irregularidades, de fraude eleitoral, por utilizar material de campanha a imagem de seu irmão, o apresentador de TV e suplente de deputado estadual Jajah Neves, enquanto candidato na eleição de 2016.

A troca de imagens, segundo a denúncia foram feitas em santinhos espalhados em escolas municipais que abrigavam seções eleitorais, no dia 2 de outubro, dia da eleição naquele ano.

Com a cassação do vereador, o primeiro suplente Joaquim Antunes (PSDB) deve ser chamado para assumir o cargo nos próximos dias.

Outro lado

A repotagem tentou entrar em contato com Jajah Neves, mas até o momento não conseguiu falar com o suplente. 

14 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Bruno Luiz
    25 Ago 2018 às 16:49

    A melhor decisão que a população de Várzea Grande deveria fazer é mudar de canal de televisão! Ao invés de ficar assistindo (pobreza, sensacionalismo e etc.) ASSISTA a TVG (TV Várzea Grande) canal 16.1 um canal sediado na cidade e notícia a cidade e trata os telespectadores com RESPEITO e presteza.

  • HUDSON BRUNO MARQUES RIBEIRO
    24 Ago 2018 às 11:08

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Cezar Augusto Lima do Nascimento
    23 Ago 2018 às 21:39

    jajah em espera neves oito anos

  • josé
    23 Ago 2018 às 19:50

    Aqui no Brasil temos o Tiririca, o Lula e agora o Já já...acorda eleitorado por favor.

  • Miguel peres
    23 Ago 2018 às 08:29

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Henrique
    23 Ago 2018 às 08:06

    Olha olha, o senhor JaJah teve sua candidatura impugnada.por "fraude" santinhos, bonito hein kkkkkk

  • WESLEY ALENCAR
    23 Ago 2018 às 07:55

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Juliano do Nascimento
    23 Ago 2018 às 00:22

    Nossa graças a Deus a justiça deixou esses dois inelegíveis. Vg agradece! O ruim vai ser aguentar ele de volta a TV novamente, eu ein.

  • Bacana
    22 Ago 2018 às 23:27

    PODE TARDAR. MAS A JUSTIÇA CHEGA..

  • Sidney Rodrigues faria
    22 Ago 2018 às 23:07

    Diz o difado"A justica tarda mas não falha " e ej acredito!! O que não dá para entender é o porquê que em caso como esse , que só agora em época de política se toma providências ficando claro a defesa de interesses de outros que politicamente só buscam o que lhes interessam! A única certeza que continuo tendo é que o "MAL até perdura mas nunca vence o bem e a justiça prevalece!

Sitevip Internet