Olhar Jurídico

Domingo, 25 de agosto de 2019

Notícias / Cursos e Concursos

Publicação de edital abre vagas em concurso para procuradores com remuneração inicial de R$ 24 mil

Da Redação - Lázaro Thor Borges

01 Jun 2016 - 16:20

Foto: Olhar Direto

Procuradoria do Estado de Mato Grosso

Procuradoria do Estado de Mato Grosso

Circulou no Diário Oficial do Estado (DOE) desta quarta-feira (01) o edital de concurso público para provimento de cargos de procurador do Estado de Mato Grosso. Os novos procuradores terão remuneração inicial de de R$ 24.818,92.

Leia mais: 
Empresas de ônibus são condenadas a pagar multa de R$ 9 milhões por descumprimento de obrigações

As inscrições serão realizadas no período de 07 a 24 de junho, pelo site da Fundação Carlos Chagas (www.concursosfcc.com.br), no valor de R$ 295 reais. Os servidores serão designados para as procuradorias de Rondonópolis e Alto Araguaia, Cáceres, Barra do Garças, Tangará da Serra, e para as regionais de Sinop e Alta Floresta.

A primeira fase corresponde às provas de conhecimento específico e serão aplicadas no dia 24 de julho. Já as provas dissertativas nos dias 10 e 11 de setembro. As provas orais ainda não têm data definida. As vagas serão ofertadas para preenchimento de cadastro de reserva, conforme determina a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) que determina controle de gastos com pessoal.

Para a presidente da Associação dos Procuradores do Estado de Mato Grosso (Apromat) Glaucia Amaral o lançamento das provas demonstra o compromisso de fortalecimento da advocacia pública, já que a Procuradoria Geral do Estado de Mato Grosso (PGE/MT) hoje trabalha com praticamente metade dos cargos vagos.

"Não se trata apenas da estruturação de uma carreira, e sim de investir na proteção do Estado, que vem sendo deixada em segundo plano ao longo dos anos. O patrimônio do cidadão não pode ficar desguarnecido", afirmou Glaucia, ressaltando que as garantias de isenção e unicidade na defesa do erário, somente serão asseguradas a partir do processo de seleção por mérito, impessoal, em que todos têm chances de ingresso, desde que preparados, o que só pode ser garantido através do concurso público.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Bobinha
    02 Jun 2016 às 07:33

    Cadastro reserva hein. Isso é conversa pra boi dormir. Todos serão chamados. Só saiu como cadastro reserva pot causa do rolo da RGA.

  • CAROL
    02 Jun 2016 às 07:24

    Mas não está faltando dinheiro, Pedro Taques?

  • servidora
    01 Jun 2016 às 16:52

    Só acho estranho o governador falar que não pode pagar o RGA, nem fazer concurso porque o governo federal exigiu isso para negociar a dívida dos Estados. Mas é só para o Executivo né?

Sitevip Internet