Olhar Jurídico

Quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Notícias / Cursos e Concursos

Fonoaudióloga especialista em neurolinguística dá dicas de oratória e oferece curso para advogados

Da Redação - Lázaro Thor Borges

30 Mai 2016 - 15:00

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Sônia Mazetto

Sônia Mazetto

Sônia Mazetto é uma das maiores especialistas em oratória de Mato Grosso. A fonoaudióloga já trabalhou com diversas autoridades do Estado, além de artistas reconhecidos em todo país. Ela já treinou políticos como o ex-governador Julio Campos (DEM) e artistas como o cantor Pescuma do trio Pescuma, Henrique e Claudinho.

Leia mais: 
Empresa oferece curso de sustentação oral e gestão de imagem a advogados

A fonoaudióloga, que possui formação em voz profissional e cantada, vai realizar palestras voltadas para advogados que procuram por especialização em oratória. O curso “Sustentação Oral, Gestão de Marketing e Gestão de Imagem” é voltado para profissionais de Direito que enfrentam dificuldades em alguns desses pontos do exercício profissional.

A especialista explica que os advogados costumam sair das universidades com deficiências fonoaudiológicas e problemas de expressão. Como os cursos acabam omitindo este ponto importante da formação, grande parte dos formandos procura por ajuda.

“Atendo no meu escritório muitos advogados. A universidade não prepara o advogado para esse tipo de coisa. Quando eles começam a sua carreira e começam a ir aos tribunais e ter o enfrentamento com juízes e outros advogados eles buscam profissionais para aprender e para entender se existem recursos a mais” explica a fonoaudióloga.

No entanto, segundo Sônia, profissionais de longa data também sofrem com o problema. O que faz com que a formação especializada em oratória seja uma necessidade quase unânime. A ideia do curso partiu da ALR Consultoria, a advogada Ana Lúcia Ricarte que já trabalha com a formação especializada de advogados em Cuiabá convocou Sônia Mazzeto e a especialista Adriana Telles para integrarem a equipe de profissionais que ministrará as aulas.

Com formação em psicopedagogia, musicoterapia e neurolínguistica, Sônia Mazzeto explica que é importante avaliar o profissional de maneira mais ampla, abordando temas básicos para que ele possa entender e praticar técnicas do “falar bem”.

“Hoje eu faço um trabalho chamado vocal couch em que você faz uma leitura mais ampliada do profissional, estudando a linguagem, a fala e a voz. “

Entende-se como fala os movimentos e articulações que são feitos para emitir a voz. Neste ponto, Sônia conta que muitos alunos tem dificuldades físicas, como é o caso da chamada “língua presa”. Voz é especificamente relacionado ao timbre. A especialista alerta: o timbre pode mudar conforme à mensagem que se deseja passar. Já a linguagem trata de questões mais específicas, como por exemplo, os movimentos dos braços, olhos e mãos durante a fala.

“É muito comum quem muda de cargo e acha que o timbre não é o timbre adequado, quem não consegue ter a liderança necessária. A voz do líder influencia na sua equipe, é um fator inconsciente”, explica.

Pela falta de conhecimento em oratória e técnicas em fonoaudiologia, alguns advogados acabam cometendo erros crassos quando precisam enfrentar um juiz ou um júri, por exemplo.

“Advogados costumam pensar que o volume é uma maneira de convencimento, ou seja, que falar alto é o que pode persuadir as pessoas. Mas, na verdade, o que convence é a intensidade, mas para falar com intensidade não basta saber usar a garganta”.

Sobre o curso, Sônia explica que a estruturação será feita a partir de um conhecimento basilar, com os quais as técnicas serão ensinadas aos advogados.

“A primeira coisa é uma fala específica na Língua Fala e Voz. Depois promover exercícios em que eles terão de ter um conhecimento anátomo-fisiológico. Primeiro dá os elementos e depois a informação usando os elementos.”

O curso em que Sônia Mazzeto dará essas e outras dicas a profissionais do Direito é composto por sete módulos, nos quais os palestrantes vão tratar de questões tal qual a “Programação Neuro Lingúistica”, “Hipnose Convencional” e “Comunicação L.O.V.E”.

As inscrições podem ser feitas pelo telefone (65) 3644 7444, pelo whatsapp, através do número (65) 9638 3036. E também enviando mensagem no seguinte e-mail: atendimento@analuciaricarte.adv.br.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Pedro Lira
    30 Mai 2016 às 17:05

    Eu acho que tem que ligar pra saber essas informações

  • Bartolomeu
    30 Mai 2016 às 16:43

    quando começa o curso e qual o valor faltou essa complementação

Sitevip Internet