Olhar Jurídico

Domingo, 20 de outubro de 2019

Notícias / Eleitoral

Contadores devem ficar atentos aos prazos para prestações de contas

Da Redação - JM

09 Jul 2012 - 16:33

A palestra “Prestação de contas Eleitoral: legislação x prática” encerrou a programação do “Seminário de prestação de contas de candidatos a Prefeito e Vereadores nas Eleições 2012”, que aconteceu nesta quinta-feira (5) em todas as capitais brasileiras. Em Mato Grosso, o evento foi promovido pelo Conselho Regional de Contabilidade do Estado (CRCMT) em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB MT) e o Tribunal Regional Eleitoral (TRE MT).

Segundo o Presidente da Comissão Eleitoral do CRCMT, contador Manoel Lourenço de Amorim Silva, “os contabilistas não possuem bolas de cristal e precisam receber de seus clientes as informações corretas para um trabalho de qualidade”. Silva ressaltou a importância de ter todos os documentos gerados no decorrer de um processo eleitoral, desde a abertura de conta de pessoa jurídica até a pós-eleição.

Em sua apresentação, Manoel Lourenço destacou que, para os pré-candidatos, não pode faltar um bom planejamento de campanha. Para ele, os fatores que movimentam e executam o planejado são os recursos financeiros (recebimentos e desembolsos). “Um pré-candidato deve estar sempre em sintonia com seu contador e este por sua vez com o advogado, para que tudo ocorra conforme previsto em Lei”, enfatizou.

Outra observação feita pelo contador foi em relação aos prazos de cada passo da campanha. Dentre as várias datas a serem cumpridas destacam-se as de Registro de CNPJ, abertura de conta, início de gastos, registro do comitê financeiro, prestação de contas finais, entre outras.

Para facilitar o processo da prestação de contas, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) possui um Sistema de Prestação de Contas Eleitorais (SPCE) onde são gerados arquivos de documentos da campanha e são impressos todos demonstrativos dos gastos realizados.

Como mensagem para os contadores envolvidos nas Eleições 2012, o palestrante disse que é preciso muito cuidado com a documentação emitida e recebida, onde tudo deve ser devidamente protocolado, evitando erros e resultando em transparência o processo Eleitoral.

As informações são da assessoria.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet